Passos apresenta programa do Governo

Passos Coelho discursa neste momento no Parlamento e apresenta o programa do Governo. O primeiro-ministro começa por destacar os “valores democráticos de respeito pela diferença e pelo contraditório” e o “espírito de pluralismo. Salienta ainda que este início de legislatura está a ser marcado por decisões “que rompem com algumas convenções”. “Bem sei que há […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Passos Coelho discursa neste momento no Parlamento e apresenta o programa do Governo.

O primeiro-ministro começa por destacar os “valores democráticos de respeito pela diferença e pelo contraditório” e o “espírito de pluralismo.

Salienta ainda que este início de legislatura está a ser marcado por decisões “que rompem com algumas convenções”.

“Bem sei que há quem, para disfarçar as más escolhas de cedência ao facilitismo de curto prazo e à necessidade de querer angariar mais apoio popular para as suas causas incompreendidas, tenha gostado nestes anos, como parece continuar a gostar agora de atirar para o plano das preferências ideológicas as medidas duras impostas pelas reais restrições financeiras”, disse Pedro Passos Coelho na Assembleia da República, depois de relembrar o excesso de despesa que levou à chegada da troika a Portugal e de salientar que a economia portuguesa voltou ao crescimento.

E continua: “Mas, não nos deixemos equivocar. Não há nada de ideológico em assumir programas de ajustamento, como de resto alguns dos próprios sabem de lição de vida por eles próprios vivida. Há é tudo de irresponsabilidade nas causas que lhe dão origem e uma enorme diferença no impacto que as políticas podem ter para o seu desfecho favorável”.

Carlos Caldeira/OJE

Recomendadas

Sindicato dos funcionários consulares suspende greve e marca negociações

“Há espaço para o diálogo e será possível, o sindicato querendo, evitar essa greve”, afirmou Gomes Cravinho, confiando que seria “possível encetar diálogo e olhar para algumas das suas reivindicações”, nas semanas seguintes.

Margarida Balseiro Lopes: “Surpreende-me a insensibilidade social de muitas medidas do Governo”. Ouça o podcast “Discurso Direto”

Discurso Direto é um programa do Novo Semanário e do Jornal Económico onde todas as semanas são entrevistados os protagonistas da política, da economia, da cultura e do desporto. Ouça a entrevista a Margarida Balseiro Lopes, uma das vice-presidentes do PSD.

“Surpreende-me a insensibilidade social de muitas medidas do Governo”. Margarida Balseiro Lopes em “Discurso Direto”

Discurso Direto é um programa do Novo Semanário e do Jornal Económico onde todas as semanas são entrevistados os protagonistas da política, da economia, da cultura e do desporto. Veja a entrevista a Margarida Balseiro Lopes, uma das vice-presidentes do PSD.