Patrice Trovoada toma hoje posse como primeiro-ministro de São Tomé e Príncipe (com áudio)

O novo primeiro-ministro foi nomeado por decreto presidencial na quinta-feira, depois de o seu partido, a ADI, ter vencido as legislativas com maioria absoluta de 30 deputados, de um total de 55 lugares na Assembleia Nacional.

O primeiro ministro de São tomé e príncipe, Patrice Trovoada durante entrevista em Lisboa, 11 de fevereiro de 2018. ( Acompanha texto da Lusa de 16 de fevereiro de 2018). JOÃO RELVAS/LUSA

O líder da Ação Democrática Independente (ADI), Patrice Trovoada, toma hoje posse como primeiro-ministro de São Tomé e Príncipe, após as eleições legislativas de 25 de setembro, que venceu com maioria absoluta.

O novo primeiro-ministro foi nomeado por decreto presidencial na quinta-feira, depois de o seu partido, a ADI, ter vencido as legislativas com maioria absoluta de 30 deputados, de um total de 55 lugares na Assembleia Nacional.

Patrice Trovoada regressa assim ao poder, após quatro anos de ausência de São Tomé e Príncipe, tendo voltado ao país já na reta final da campanha eleitoral.

Chefiou governos em 2008, entre 2010 e 2012 e entre 2014 e 2018, naquele que foi o primeiro mandato a ser cumprido na totalidade desde a introdução do multipartidarismo (início da década de 1990) em São Tomé e Príncipe.

Na terça-feira, o Presidente são-tomense, Carlos Vila Nova, demitiu o Governo liderado por Jorge Bom Jesus.

Nas anteriores eleições, o Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe/Partido Social Democrata (MLSTP/PSD), liderado pelo primeiro-ministro cessante, Jorge Bom Jesus, elegeu 18 deputados (menos cinco que na anterior legislatura).

A terceira força política no parlamento são-tomense, com cinco eleitos, é a coligação Movimento de Cidadãos Independentes-Partido Socialista/Partido de Unidade Nacional (MCIS-PS/PUN), mais conhecido como ‘movimento de Caué’, distrito no sul da ilha de São Tomé). Na anterior legislatura, o movimento tinha eleito, pela primeira vez, dois deputados.

O recém-criado movimento Basta – que absorveu o histórico Partido da Convergência Democrática (PCD) e acolheu ex-membros da ADI – estreou-se nas legislativas e conquistou dois mandatos.

A cerimónia de posse decorre no Palácio do Povo, sede da Presidência da República, na capital são-tomense, pelas 10:00 locais (mesma hora em Lisboa), estando previsto um discurso do novo primeiro-ministro.

O executivo que vai chefiar, o XVIII Governo Constitucional de São Tomé e Príncipe, será empossado na próxima segunda-feira.

Recomendadas

ONU em São Tomé elogia autoridades após ataque a quartel e pede que país seja “bom aluno”

Em entrevista à Lusa, Eric Overvest declarou que o escritório da ONU em São Tomé e Príncipe acompanhou, ao longo do dia, os acontecimentos, junto das autoridades, na sequência do assalto, por quatro homens, ao quartel militar, que o primeiro-ministro, Patrice Trovoada, classificou como “tentativa de golpe de Estado”.

Representante da ONU e presidente da CEEAC viajam para São Tomé após tentativa de golpe

O representante especial das Nações Unidas Abdou Abarry e o presidente da comissão da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC), o angolano Gilberto Veríssimo, vão inteirar-se junto das autoridades nacionais sobre o ataque ao quartel militar.

Aposta africana em cadeias de valor regionais “fundamental” para enfrentar novos choques, diz OCDE

A aposta dos países africanos em cadeias de valor regionais é “fundamental para acelerar” as respetivas indústrias transformadoras e “melhorar a resiliência das economias aos impactos das crises globais”, aponta um relatório da OCDE hoje apresentado em Lisboa.
Comentários