PCP: Bernardino acusa primeiro-ministro e Presidente da República de “suprema hipocrisia” em relação à crise socioeconómica

“Podem dar as voltas que quiserem, mas o que é essencial é o aumento dos salários”, sustentou o antigo presidente da Câmara de Loures.

O dirigente comunista Bernardino Soares acusou este domingo o primeiro-ministro e o Presidente da República de “suprema hipocrisia” e apelou ao partido que se insurja contra a propaganda das “falsas inevitabilidades”.

“Andam a tentar convencer-nos de que para travar a inflação a única solução é o aumento das taxas de juro, provocando recessão, provocando o aumento do desemprego. É a mais pura cartilha do capitalismo”, sustentou o antigo líder parlamentar comunista, na Conferência Nacional do partido, em Corroios, concelho do Seixal.

E depois apontou ao primeiro-ministro e ao Presidente da República: “Ouvimos recentemente Marcelo e Costa a suplicar ao Banco Central Europeu que não continue o aumento das taxas. São votos pios e de suprema hipocrisia de quem participou na entrega da soberania do país à União Europeia”.

“Esta política não é a de contenção de inflação”, sustentou o membro do Comité Central do PCP, mas a de “aproveitar a inflação para concentrar ainda mais a riqueza nos mesmos de sempre”.

O governador do Banco de Portugal e antigo ministro das Finanças socialista no tempo da ‘geringonça’, Mário Centeno, também foi criticado por Bernardino Soares, pela sua declaração “angelical” sobre a necessidade de “uma estratégia mais conservadora dos lucros” e de haver “contenção dos salários”.

“Podem dar as voltas que quiserem, mas o que é essencial é o aumento dos salários”, sustentou o antigo presidente da Câmara de Loures.

Tudo o resto é uma “propaganda de mentira”, por isso, apelou a todos os militantes comunistas que se insurjam contra as “falsas inevitabilidades”.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

PS ‘chumba’ audições de Mariana Vieira da Silva e Pedro Nuno Santos

Os deputados do PS ‘chumbaram’ os requerimentos para audição, na Assembleia da República, da ministra da Presidência, sobre a eficácia das medidas de combate à pandemia, e do ministro das Infraestruturas, sobre a multa aplicada pelos EUA à TAP.

Paciência zero para a política Covid zero na China. Veja “A Arte da Guerra” com Francisco Seixas da Costa

A política de Covid zero começa a fazer mossa na China com o confinamento de centenas de milhões de pessoas a desencadear protestos pouco comuns na presidência de Xi Jinping. Os incidentes diplomáticos no Qatar e a perseguição aos curdos por parte de Erdogan serão também temas em análise por parte do embaixador Francisco Seixas da Costa.
Comentários