PCP diz que entrevista de Costa confirma que Governo não está a tomar medidas para recuperar poder de compra

Para os comunistas “aquilo que se exigia de facto eram medidas de aumentos dos salários, de aumento das pensões que permitisse recuperar o poder de compra”, como explicou a líder parlamentar ao JE.

Tiago Petinga / Lusa

O primeiro-ministro foi entrevistado na TVI na segunda-feira à noite e a líder parlamentar do PCP, Paula Santos, considerou que esta ocasião só demonstrou que de facto o Governo não tem medidas para recuperar o poder de compra.

“A entrevista do primeiro ministro, aquilo que revela é de facto a confirmação por parte do Governo, por um lado de não tomar as medidas para recuperar poder de compra perdido quer dos reformados, quer dos trabalhadores”, disse ao Jornal Económico Paula Santos.

Para os comunistas “aquilo que se exigia de facto eram medidas de aumentos dos salários, de aumento das pensões que permitisse recuperar esse poder de compra e por outro lado também de taxar os lucros dos grupos económicos têm tido lucros chorudos”.

Entrevista de António Costa. PAN diz que primeiro-ministro ainda tem respostas a dar ao país

“Ontem, por parte do primeiro-ministro, claramente também se percebeu que por omissão ou deliberada intenção o Governo com o facto de não adotar as medidas que são necessárias é responsável por continuar esta perda de poder de compra”, sublinhou Paula Santos.

Na segunda-feira o primeiro ministro voltou a reforçar que vai haver o adiantamento de 50% da pensão em outubro como um “suplemento extraordinário” que nunca será inferior aos 125 euros que os contribuintes que ganhem até 2.700 euros brutos por mês receberão. O chefe do Governo anunciou ainda que as medidas de apoio às empresas serão aprovadas em Conselho de Ministros na quinta-feira.

Relacionadas
Inês de Sousa Real

Entrevista de António Costa. PAN diz que primeiro-ministro ainda tem respostas a dar ao país

Para o PAN permanecem “dúvidas relativamente à resposta à inflação, nomeadamente no que diz respeito aos pensionistas, por força de António Costa dizer que não haverão cortes, mas também não clarificar como vai assegurar a atualização das pensões”.
Recomendadas

Governo quer prolongar Programa Regressar e aumentar o benefício do IRS Jovem

O Governo quer prolongar o regime fiscal associado ao programa Regressar e aumentar o benefício anual do IRS Jovem, segundo a proposta do acordo de rendimentos e competitividade que está a ser hoje discutida na Concertação Social.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Nordstream. Governo condena sabotagem e considera que UE está “sob ataque”

O secretário de Estado dos Assuntos Europeus considerou hoje que a União Europeia (UE) está sob ataque, numa alusão à sabotagem das condutas do Nordstream I e II, e elogiou a atuação da presidente da Comissão.
Comentários