PCP diz que existem mais de 2000 idosos com reformas e pensões abaixo da média nacional na Madeira

Os comunistas vão propor a criação de um complemente de 65 euros para rendimentos abaixo do salário mínimo.

O PCP mostrou preocupação com os mais de 2000 idosos, que em 2017, tinham uma reforma ou pensão abaixo da média nacional. Para dar resposta a esta situação os comunistas vai propor novamente que seja atribuído na Madeira um complemento de 65 euros, para rendimentos abaixo do salário mínimo, algo que já existe nos Açores.

Os comunistas vão ainda apelar à criação de mais equipamentos sociais de acolhimento de idosos na Madeira, em que se inclui , uma rede de lares, para dar resposta “às necessidades crescentes” desta população e também aos cerca de 600 doentes com altas problemáticas.

Com estas propostas o PCP acredita que vai beneficiar uma “maior protecção social, maior inclusão social” e “salvaguardar a dignidade e o respeito” dos reformados e pensionistas.

Recomendadas

Câmara do Funchal lança campanha gratuita de recolha de “monstros”

O Município justifica a importância desta campanha, dado o aumento da produção de resíduos na quadra natalícia que se avizinha e de forma a garantir uma maior proximidade com a população. Os munícipes deverão contactar as respetivas Juntas de Freguesias para a devida inscrição, de modo a solicitar a recolha dos “monstros” na sua residência.

Madeira: Movimento de passageiros nos aeroportos ficaram a mais de 30% acima dos valores de 2019

Entre janeiro e setembro de 2022, o movimento de passageiros nos aeroportos da RAM foi de aproximadamente 3.062,5 mil, significando um acréscimo homólogo de 134% e de 17% face aos valores registados nos primeiros nove meses de 2019. 

Madeira com défice de oito milhões de euros

À semelhança do ano anterior, mais de metade da despesa (51,9% da despesa total) foi canalizada para a área social, onde se destaca o sector da Saúde com uma execução orçamental de 280,3 milhões de euros e a Educação com 296,5 milhões de euros.
Comentários