Pedro Calado quer coragem política e reformista para alteração de legislação nacional

O presidente da Câmara Municipal do Funchal manifestou estas preocupações na sessão de encerramento da XV Conferência Anual de Turismo que decorreu, esta sexta-feira, no Centro de Congressos da Madeira.

O país encontra-se num “momento crucial de investimento” e, por isso mesmo, para fazer face aos desafios do futuro e para haver um cabal aproveitamento das verbas do Programa de Recuperação e Resiliência, bem como dos Fundos Europeus, Pedro Calado quer que haja um verdadeiro espírito “reformista” e “coragem para mudar” a legislação em vigor, caso contrário não será possível “executá-las dentro dos prazos, presentemente exigidos por lei”.

O presidente da Câmara Municipal do Funchal manifestou estas preocupações na sessão de encerramento da XV Conferência Anual de Turismo que decorreu, esta sexta-feira, no Centro de Congressos da Madeira. Ainda sobre esta situação, exemplificou, em concreto, com o caso da Madeira que dispõe, nos próximos anos, mais concretamente até 2027, de mais mil e quatro milhões de euros, o que significa que é necessário “executar” cerca de 27 milhões de euros por mês, o que é impossível com o panorama legislativo vigente, que peca por excesso de burocracia, realçou.

Pedro Calado deu ainda o exemplo da “Revisão da Constituição”, de que “tanto se fala”, na atualidade, para que “os principais partidos políticos aproveitem” a ocasião, “sobretudo para mudar os grandes conceitos”, reforçando que tem que haver “coragem política e coragem reformista, dos principais decisores, para enfrentarem os desafios” que o país enfrenta, em todas as áreas, sob o risco de esta ser mais uma oportunidade perdida.

Recomendadas

Funchal: PAN critica “tiques de absolutismo” de PSD e CDS-PP

O partido diz que o Orçamento Municipal do Funchal, que foi aprovado na Assembleia Municipal, permite concluir que estamos perante uma vereação “sem rasgo, sem ideias, conduzida por um presidente de Câmara, Pedro Calado, cuja capacidade de resolução de problemas já é considerada, por um número crescente e cada vez maior de habitantes do Funchal, como uma desilusão”.

Madeira lança campanha para promover literacia na saúde

Entre os temas abordados estarão: a alimentação saudável, a promoção da atividade física, a prevenção de acidentes em diferentes idades e contextos, a saúde mental ao longo da vida, a prevenção de consumos de substâncias psicoativas, a prevenção de consumos de álcool e tabaco, o sono e o repouso recomendados e o uso adequado da medicação.

Asseco PST e LOQR estabelecem parceria para reforçar ligação à lusofonia

Com esta parceria as empresas pretendem auxiliar as instituições financeiras no seu processo de aceleração digital.
Comentários