Pedro Siza Vieira junta pastas de Adjunto e da Economia e governo encurta para 16 ministros

O atual ministro Adjunto, Pedro Siza Vieira, vai juntar a pasta da Economia, em substituição de Manuel Caldeira Cabral, o que diminui o número de ministros de 17 passam a 16.

Paulo Novais/Lusa

Pedro Siza Vieira passa a ministro Adjunto e da Economia, o que faz encurtar o governo de 17 para 16 ministros. Ministro Adjunto no XXI Governo Constitucional desde Outubro de 2017, Pedro Gramaxo de Carvalho Siza Vieira é licenciado pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (1987).

Na sua atividade académica, foi monitor na Faculdade de Direito de Lisboa e assistente na Universidade Autónoma de Lisboa e ainda, professor convidado da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa e da Universidade Nova de Lisboa.

Como advogado, foi sócio da Morais Leitão, J. Galvão Teles e Associados, Sociedade de Advogados e, de 2002 a outubro de 2017, sócio da Linklaters LLP, sendo Managing Partner do escritório de Lisboa desta sociedade, entre 2006 e 2016. Entre outras funções, Pedro Siza Vieira foi membro da Direção da Associação das Sociedades de Advogados de Portugal e presidente da Associação Portuguesa de Arbitragem.

No plano profissional, destacou-se ainda no desempenho de funções no Conselho Superior dos Tribunais Administrativos e Fiscais e vogal da Comissão Executiva da Estrutura de Missão para a Capitalização de Empresas.

Já este ano, Pedro Siza Vieira esteve envolvido em polémica devido ao facto de ter criado a empresa imobiliária “Prática Magenta” um dia antes de entrar para o Governo.

Recomendadas

Ricardo Leão: “Falta, acima de tudo, comunicação e coordenação no Governo”. Ouça o podcast “Discurso Direto”

Discurso Direto é um podcast do Novo Semanário e do Jornal Económico onde todas as semanas são entrevistados os protagonistas da política, da economia, da cultura e do desporto. Ouça a entrevista a Ricardo Leão, presidente da Câmara Municipal de Loures eleito pelo PS.

Marcelo nega estar cansado da Presidência e diz que “seria mau” encurtar mandato em contexto de crise

“Não, não estou cansado da Presidência e, pelo contrário, é mais necessário mais Presidente num momento de mais crise, como é evidente”, defendeu Marcelo Rebelo de Sousa.

Ricardo Leão: “Falta, acima de tudo, comunicação e coordenação no Governo”. Veja o “Discurso Direto”

Discurso Direto é um programa do Novo Semanário e do Jornal Económico onde todas as semanas são entrevistados os protagonistas da política, da economia, da cultura e do desporto. Veja a entrevista a Ricardo Leão, presidente da Câmara Municipal de Loures eleito pelo PS.
Comentários