São necessários 17 mil litros de água para produzir uma tabelete de chocolate

Existe 70% de água no planeta terra, mas apenas cerca de 3% é potável e a restante é maioritariamente salgada. Para além de ser usada para consumo próprio, essa percentagem é usada também para a produção de alimentos, vestuário, tecnologia e energia. Sabe quanto de água consome no dia a dia?

Grande parte de nossa pegada hídrica está “oculta”, o que significa que é usada para as coisas que comemos ou vestimos e para a energia que usamos. Só para ter uma ideia, sabia que para fabricar o par de calças de ganga que tem no roupeiro são necessários 10 mil litros de água? Este valor é equivalente ao consumo diário suficiente para atender as necessidades de 47 pessoas, segundo os cálculos da Organização das Nações Unidas (ONU).

Se um pedaço de tecido consome mais de cinco mil litros de água, então quanto é necessário para produzir a comida de comemos diariamente? As plataformas Water Foot Print (WFT) e a Pegada Hídrica fizeram as contas dos alimentos mais consumidos e recomendações de forma a termos um consumo mais saudável e sustentável em prol do meio ambiente. Estes são alguns exemplos.

  • Café vs. Chá

A diferença no consumo de água entre estas duas bebidas é de quase 100 litros. Para a produção de cerca de três gramas de chá verde são necessários entre 27 a 30 litros de água enquanto que uma chávena de café consome 130 litros de água potável.

  • Pão vs. Cevada

A pegada hídrica média global do pão é de 1,608 litros, mas depois esse valor varia consoante o tipo de pão. Uma baguete francesa de 300 gramas, por exemplo, quando assada com trigo francês, tem uma pegada hídrica de 155 litros. Já um quilo de cevada requer 1.420 mil litros de água.

  • Leite vs. Ovos 

Um litro de leite consome mil litros de água. Já para a produção de um ovo (que por sua vez remete para o consumo de uma galinha) são precisos 200 litros de água. Um frango de um quilo bebe mais de quatro mil litros de água.

  • Carne de porco vs. Carne de vaca

Ainda que seja excessivo, entre as duas, a produção da carne de porco é a que menos consome água de acordo com a média global. São necessários seis mil litros de água para a criação de um porco de um quilo, enquanto que para a produção de um quilo de um vaca é necessário mais do que o dobro, totalizando 15,400 mil litros.

  • Banana vs. Maça

As frutas e vegetais são dos alimentos que menos consomem água. Enquanto que uma banana precisa de 160 litros de água, para uma maçã é necessário 125 litros. Já um quilo de batatas requer 290 litros de água e uma alface pede 240 litros.

  • Vinho vs. Cerveja

Curiosamente, não é a bebida que é feita à base de água que consome mais litros. De acordo com as análises, para um litro de vinho são precisos 460 litros de água enquanto que para a mesma quantidade de cerveja são necessários 155 litros de água.

  • Chocolate vs. Manteiga

Em média, os grãos de cacau têm uma pegada hídrica de 20 mil litros por quilo. Os grãos de cacau são primeiramente transformados em pasta, com cascas de cacau como produto restante. Para a transformação numa tabelete de chocolate são precisos 17 mil de água.

Tal como referido, a pegada hídrica média global do leite de vaca é de cerca de mil litros por quilo, mas apenas cerca de 28% dessa quantidade é destinada à manteiga. Para isso, são precisos cinco mil litros.

Mas não é só a alimentação que requer recursos hídricos.

Tal como um par de calças consome muita água, para a produção de um par de sapatos de couro são necessários 17 mil litros. Para um telemóvel são precisos 900 litros enquanto que um carro pede que sejam utilizados mais de 400 mil litros de água.

Pegada hídrica em Portugal

Portugal é considerado o sexto país entre 140 países com a pegada hídrica de cada habitante mais elevada devido, principalmente, ao setor agrícola.

Calcula-se que a utilização de água em Portugal seja aproximadamente de 52 metros cúbicos por pessoa por ano, no entanto, existe uma modificação da capitação diária regional entre 130 litros nos Açores e mais 290 litros no Algarve. Contudo, se a cada consumo pessoal for acrescentada toda a água utilizada nos bens consumidos, concluímos que cada português é responsável por utilizar 2.264 metros cúbicos por ano. 80 % dos 2,264 metros cúbicos corresponde ao consumo de bens agrícolas e 54% diz respeito à importação de bens para consumo, isto é, mais de metade da pegada hídrica em Portugal é externa.

O estudo concluído pela WWF diz que a elevada pegada hídrica portuguesa se deve à pouca eficiência do sector agrícola nacional e à dependência dos bens agrícolas que importamos, principalmente de Espanha.

 

Recomendadas

Assinala-se esta segunda-feira o Dia Europeu do Ex-Fumador

O Dia Europeu do Ex-Fumador é celebrado a 26 de setembro, em todos os Estados-Membros da UE, com o objetivo de felicitar todos os que se tornaram ex-fumadores ou que deram os primeiros passos para deixar de fumar, bem como sensibilizar o público para questões de saúde.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta segunda-feira.

Costa anuncia reforço de 1100 efetivos para os quadros da PJ até 2026 (com áudio)

António Costa fez este anúncio na parte final do seu discurso na cerimónia de aceitação de 97 novos inspetores da PJ, em Lisboa, numa sessão em que também usaram da palavra o diretor nacional desta polícia, Luís Neves, e a ministra da Justiça, Catarina Sarmento e Castro.
Comentários