Pensionistas do Estado recebem metade do subsídio de Natal amanhã

“Cerca de 2800 milhões de pensionistas vão receber metade do subsídio de Natal, uma vez que a outra metade foi paga ao longo do ano de 2017 em duodécimos”, refere o Governo.

Os pensionistas da Caixa Geral de Aposentações (CGA) recebem a partir de amanhã, 17 de novembro, com a sua pensão, metade do subsídio de Natal, depois de quatro anos a receberem a totalidade do subsídio em duodécimos. O anúncio foi feito esta manhã pelo Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, em comunicado enviado às redações.

“Cerca de 2800 milhões de pensionistas vão receber metade do subsídio de Natal, uma vez que a outra metade foi paga ao longo do ano de 2017 em duodécimos. Os pensionistas da CGA recebem o subsídio de Natal amanhã, dia 17 de novembro. Os pensionistas da Segurança Social começam a receber o subsídio de Natal a partir do dia 7 de dezembro, juntamente com a sua pensão”, refere a nota do Governo.

O Executivo refere também que, no próximo ano, o subsídio de Natal será pago na totalidade em novembro e dezembro, repondo o regime normal de pagamento que vigorou até 2012, e que o subsídio de férias será pago no mês de julho, à semelhança dos anos anteriores. Na rede social Twitter, a tutela publicou um vídeo onde explica as novidades sobre  o 13º mês dos pensionistas da CGA e da Segurança Social.

Com o pagamento de metade do subsídio de Natal deverá ainda ser feito um acerto, já que a maior parte das pensões (de valor até 842 euros) foram, entretanto, atualizadas em 0,5% em janeiro. Além disso, em agosto, houve um aumento extraordinário de seis ou dez euros para as pensões até 632 euros, consoante tenham ou não sido atualizadas entre 2011 e 2015.

Notícia atualizada às 9:14

Recomendadas

SIBS: mais de um quinto do valor gasto na Black Friday foi em compras online

O comércio online continua a ganhar peso nas compras em Portugal. Dados da SIBS revelam que 22% do valor gasto na última Black Friday foi em compras online, um peso que bate por muito os 18% do ano passado.

União Europeia, G7 e Austrália limitam barril de petróleo russo a 60 dólares

Os 27 estados-membros da UE chegaram a acordo, esta sexta-feira, no estabelecimento de um teto máximo para o preço do petróleo russo nos 60 dólares por barril. Os sete países mais industrializados do mundo (G7) e a Austrália juntam-se na decisão.

Dá a conhecer o vinho português a empresários estrangeiros

Jack Soifer, consultor internacional com expertise  nas áreas da gastronomia e vinhos, organiza anualmente quatro provas e visitas a adegas para empresários e líderes profissionais estrangeiros. A próxima será em de março de 2023.
Comentários