Pensões até 843 euros terão aumento de 0,5% em janeiro

Inflação conhecida hoje dita subida de cerca de 4 euros, no máximo.

As pensões até 842,6 euros deverão ter um aumento de 0,5% a partir de janeiro, de acordo com os dados da inflação conhecidos hoje. Acima deste valor, não haverá atualização.

A lei estabelece que as pensões são atualizadas tendo em conta “a variação média dos últimos 12 meses do IPC [Índice de Preços no Consumidor], sem habitação, disponível em dezembro do ano anterior ao que reporta a atualização, ou em 30 de novembro, se aquele não estiver disponível à data da assinatura do diploma de atualização”.

Os dados do INE para a inflação divulgados hoje mostram que este indicador foi de 0,52% em novembro, pelo que, as pensões até 842,6 euros (até dois Indexantes de Apoios Sociais) terão um aumento desta ordem. O que significa que, no máximo, a subida será de pouco mais de quatro euros por mês.

O IAS vai passar dos atuais 419,22 euros para 421,3 euros em 2017, segundo o Governo.

A atualização de janeiro deverá chegar a cerca de 2,9 milhões de pensões e terá um custo da ordem dos 200 milhões de euros.

Em agosto, haverá um aumento extra para mais 1,5 milhões de pensionistas que, somando ao aumento de janeiro, chegará a 10 euros. Aqui incluem-se os pensionistas com pensões até 1,5 IAS e que não tiveram aumentos entre 2011 e 2015. Quem recebe abaixo de 275 euros também terá direito a este aumento extraordinário.

Relacionadas

Preços caem 0,5% em Portugal, restaurantes e hotéis pressionam

Os dados divulgados esta terça-feira pelo Instituto Nacional de Estatística mostram uma desaceleração da inflação em Portugal.
Recomendadas

Juro médio nos novos créditos à habitação em outubro com maior subida mensal desde 2003

“Trata-se da maior subida mensal desde o início da série estatística, em 2003”, salienta o Banco de Portugal (BdP), explicando que “esta evolução acompanha a subida das taxas médias da Euribor”.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta sexta-feira.

Preços na produção industrial caem 2% em outubro

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística, com exceção da energia, todos os grandes agrupamentos industriais apresentaram variações homólogas inferiores às registadas no mês anterior.
Comentários