Perto de metade da habitação nova lançada em 2022 foi vendida no primeiro semestre

Durante este período foram colocados no mercado 280 novos empreendimentos que englobam na sua totalidade mais de 12 mil fogos.

Cristina Bernardo

O mercado de habitação em Portugal viu chegar 280 novos empreendimentos nos primeiros seis meses de 2022 que englobam na sua totalidade mais de 12 mil fogos, sendo que 48% desta oferta já foi vendida, de acordo com os dados dos “Edifícios em Comercialização” divulgados pela Confidencial Imobiliário esta quarta-feira, 3 de agosto.

Sem surpresas, Lisboa registou o maior volume de oferta em venda, com cerca de 1.800 fogos em comercialização, registando uma taxa de comercialização de 36%, seguindo-se Oeiras com uma taxa de absorção de 72% para um universo de 650 fogos lançados este ano, com Loures e Amadora a apresentarem taxas de absorção próximas dos 50%.

Por sua vez, os concelhos do Seixal e Barreiro, na Margem Sul do Tejo tiveram vendas superiores a 80%, tendo contabilizado entre 400 e 800 fogos em venda.

Já na cidade do Porto, a oferta lançada para o mercado atinge as 1.225 unidades, das quais 46% se estima estarem vendidas, uma percentagem que engloba também Gaia para um universo superior em torno dos 1.450 fogos. Por seu turno, Matosinhos tem um stock para venda em redor dos 200 fogos, assim como a Maia (105 fogos).

Olhando para outras cidades do país destacam-se Aveiro com cerca de 650 fogos em comercialização, dos quais 81% estão já vendidos, uma taxa alcançada também em Guimarães, com perto de uma centena de fogos.

Já na cidade de Faro os cerca de 200 fogos identificados estão praticamente todos vendidos apurando-se uma taxa de comercialização superior a 90%.

Recomendadas

Maior projeto residencial do Porto já vendeu 75% dos primeiros 176 apartamentos

O Antas Atrium representa um investimento de 240 milhões de euros e arrancou a primeira fase da sua construção em setembro do ano passado e deverá a ter sua conclusão finalizada no último trimestre de 2023.

Grupo português e empresa europeia adquirem Lx Factory a fundo gerido pela Keyes REIM

Gestora de ativos francesa era proprietária do Lx Factory desde 2017. O valor de aquisição não foi revelado, sendo que o processo de investimento foi gerido pela Bedrock Capital.

Procura procura de imóveis para investimento aumenta 30% no Belas Clube de Campo

Das residências de tipologia T2, 50% foram comprados com o objetivo de investimento por via de arrendamento.
Comentários