PremiumPeugeot 5008: Leão termina o ano em grande

O brand manager da marca, Jorge Tomé, frisou que o produto “quer ser uma referência”.

O gigante 5008 foi aprimorado e incorporou toda a tecnologia disponível no mercado. A apresentação do mais recente modelo revela alguns detalhes a nível de design – caso da nova grelha sem moldura, novos para-choques e uma traseira com a tecnologia 3D full LED – mas é a tecnologia do i-Cockpit e as novas funções de segurança e ajudas à condução que fazem a diferença. O brand manager da marca, Jorge Tomé, frisou que o produto “quer ser uma referência”.

As apresentações foram feitas num teste dinâmico e incluíram o 3008, que passou a oferecer um plug-in hybrid de 225 cavalos e tração às duas rodas com uma autonomia de 56 quilómetros em ciclo WLTP, que se junta ao hybrid 4 de 300 cavalos. Quer o modelo 3008, quer o 5008, estão no segundo escalão de tributação autónoma.

De regresso ao 5008, com o qual fizemos um breve teste dinâmico, usámos o motor a gasolina de 3 cilindros de 1,2 litros com 130 cavalos e caixa automática de oito velocidades. O fabricante tem ainda disponível o mesmo modelo com transmissão manual e ainda um quatro cilindros de 1,5 litros e 180 cavalos.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

PremiumPutin une extremos na oposição ao Ocidente

As franjas mais extremas europeias convergem no apoio a Putin, unidas por um antiamericanismo reforçado, à esquerda, por uma orfandade do comunismo soviético e, à direita, pela admiração por um regime iliberal e autocrático.

PremiumPara saudar o regresso de um majestoso Jaen

Serve este texto para saudar a aposta de um produtor do Dão, a Caminhos Cruzados, integrada há cerca de dois anos no grupo da Quinta da Pacheca (no Douro), na comercialização de um monovarietal de uma das castas mais singulares que se produzem em Portugal: a Jaen (Mencia, em Espanha). Há quem diga que em relação à Jaen, ou se ama ou se detesta.

PremiumFada ou bruxa? Uma duquesa que incomoda muita gente

Valentine Low relata que uma das funcionáriasque trabalhava para Meghan foi agredida verbalmente “sem razão aparente” pela duquesa poucos dias antes do casamento
Comentários