Pharol pode processar Zeinal Bava

O presidente do Conselho de Administração da Pharol, Luís Palha da Silva, admitiu a possibilidade de vir a processar o ex-presidente da PT, Zeinal Bava, mas não há calendário para que tal aconteça de imediato. Os acionistas da Pharol, antiga PT SGPS, aprovaram a autorização para que a empresa possa comprar e vender ações próprias. […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

O presidente do Conselho de Administração da Pharol, Luís Palha da Silva, admitiu a possibilidade de vir a processar o ex-presidente da PT, Zeinal Bava, mas não há calendário para que tal aconteça de imediato.

Os acionistas da Pharol, antiga PT SGPS, aprovaram a autorização para que a empresa possa comprar e vender ações próprias.

Questionado porque razão Zeinal Bava não faz parte dos processos que estão a decorrer com os antigos administradores da PT, entre eles Henrique Granadeiro, Luís Palha da Silva afirmou que “tudo tem de ter uma explicação quanto ao tempo e nem todos os processos que são feitos contra um administrador têm de ser aplicados contra outros administradores”.

“Essa decisão não está tomada no Conselho de Administração sobre a pessoa em concreto, embora não seja de excluir. Não temos nenhum calendário para que isso possa acontecer de imediato”, disse o presidente da Pharol aos jornalistas, no final da reunião magna de acionistas da empresa.

OJE

Recomendadas

Emissão obrigacionista da Sonangol é “bem vinda” para a bolsa angolana

Segundo o responsável do Departamento de Desenvolvimento de Mercado da Bodiva, Nivaldo Matias, a iniciativa da Sonangol ainda não foi dada a conhecer formalmente à instituição, contudo, a decisão da petrolífera é “bem-vinda”.

Novabase suspende programa de recompra de ações

A tecnológica já tinha suspendido o programa em junho, tendo depois voltado a retomá-lo. Segundo informação publicada nessa altura, o programa estava previsto durar até 31 de dezembro de 2023.

Trabalhadores da Autoeuropa rejeitam pré-acordo laboral que previa aumento de 5,2%

Dos mais de cinco mil trabalhadores da fábrica de automóveis da Volkswagen, em Palmela, no distrito de Setúbal, só 3.865 exercerem o direito de voto, 2.007 dos quais votaram contra o pré-acordo e 1.826 a favor. Houve ainda 10 votos nulos e 22 brancos.