PLMJ assessora angolana Refriango na parceria com o grupo Super Bock

A ‘joint venture’ entre as empresas cervejeiras significa o regresso das marcas internacionais Super Bock e Cristal a Angola. Sócia Inês Pinto da Costa, de Corporate/M&A, fez parte da equipa que apoiou juridicamente a operação.

A sociedade de advogados PLMJ assessorou juridicamente o grupo angolano Refriango na parceria com a Super Bock para a produção e comercialização das cervejas portuguesas Super Bock e Cristal em Angola. A joint venture entre as empresas cervejeiras significa o regresso destas marcas internacionais a Angola.

A negociação foi coordenada pela sócia Inês Pinto da Costa, da equipa de Corporate/M&A da PLMJ, pela consultora sénior Célia Vieira de Freitas e pelo associado coordenador Rúben Brigolas, que pertencem ao mesmo departamento. No apoio jurídico ao acordo estiveram ainda Januário Macamba, entre outros advogados da equipa multidisciplinar PLMJ Colab.

Para Manuel Violas, presidente do conselho de administração do Super Bock Group, Angola é “um país indissociável do programa de internacionalização da empresa”. “As cervejas Cristal e Super Bock voltam a servir os angolanos que sempre reconheceram a excelente qualidade destas duas marcas e o valor de ambas em momentos relevantes do seu dia a dia. Esta parceria assinala, ainda, o contributo que voltaremos a dar para o desenvolvimento económico e social do país”, garante.

“Com esta parceria, garantimos o acesso a marcas internacionais que vão ao encontro do gosto dos consumidores permitindo a escolha diversificada para várias ocasiões de consumo, bem como celebramos mais uma ponte para Angola, mais um caminho que queremos abrir para o crescimento da economia angolana e desenvolvimento do país”, referiu, por sua vez, o CEO da Refriango, Diogo Caldas.

O anúncio da parceria entre a Super Bock e a Refriango, produtora da marca Tigra, ocorreu na semana passada, em Luanda. Na cerimónia de apresentação, Diogo Caldas adiantou à imprensa que o objetivo é atingir uma quota de 5% e uma produção de cerca de 30 milhões de litros em dois ou três anos.

Segundo a agência Lusa, as cervejas Super Bock e Cristal destinam-se a um segmento premium e deverão ter um preço ligeiramente acima do custo médio da cerveja angolana (125 a 150 kwanzas, ou seja, 18 a 21 cêntimos).

Recomendadas

Advogados do caso BES querem Supremo a decidir pela manutenção de Ivo Rosa no processo

Na terça-feira a providência 24/22, deu entrada no Supremo e ficou decidido como relator o juiz conselheiro Manuel Capelo, segundo a “TSF”.

Empresas podem participar num estudo gratuito sobre clima organizacional até novembro

Em cada edição, o Índice da Excelência premeia as organizações que apresentam um melhor clima organizacional e que se destacam como organizações de excelência em Portugal. Para participar, as empresas terão de concluir a sua inscrição até ao final de novembro.

Líder do Conselho de Deontologia de Lisboa recandidata-se e critica bastonário dos advogados

Presidente do Conselho de Deontologia de Lisboa aponta perseguição por parte do atual bastonário e apelida a sua gestão de “fechada” e “opaca”. Alerta para falta de meios e “transparência” de gastos.
Comentários