Pode Trump colocar em causa a relação EUA e Canadá?

Apesar das diferenças de visão destes dois líderes, ambos afirmaram estar disponíveis para continuar esta ligação que dura há longos anos entre os dois países.

“A relação entre os EUA e o Canadá é uma das constantes mais importantes do mundo e não tenho dúvidas que vai continuar”, afirma Obama numa entrevista a um canal norte-americano. “Penso que há poucos líderes no mundo que combinam visão, talento e valores da maneira que Justin Trudeau faz”, acrescenta o ainda inquilino da Casa Branca.

Trudeau nem tem problemas em adiantar que  vai “sentir falta de trabalhar com Barack. Nós partilhamos muitos valores e visão para o futuro”, declara o primeiro-ministro canadiano.

“Um dos primeiros pontos que discutimos foi a questão do respeito pela diversidade, e o nosso apoio pela comunidade homossexual e transexual. Especialmente depois dos tiroteios em Orlando.”

O Canadá e os EUA uniram-se também para lutar contra o problema do clima e poluição, tendo tomado medidas para reduzir as emissões de metano em praticamente metade no setor gás e óleo.

Será que Trump e Trudeau se vão entender tão bem?

Trudeau já disse em entrevista que “a relação entre os EUA e Canadá é extremamente importante e consistente, e eu estou ansioso por dar as boas vindas ao próximo presidente”.

Apesar das diferenças de visão destes dois líderes, ambos afirmaram estar disponíveis para continuar esta ligação que dura há longos anos entre os dois países.

Recomendadas

Irão: Guarda Revolucionária ataca grupos curdos no Iraque

A poderosa Guarda Revolucionária do Irão desencadeou hoje uma onda de ataques com ‘drones’ e artilharia no norte do Iraque, visando o que Teerão diz serem bases de separatistas curdos iranianos, indicou agência noticiosa semioficial Tasnim.

António Guterres pede fim da “era da chantagem nuclear” e apela a “recuo”

O secretário-geral da ONU, António Guterres, apelou hoje ao fim da “era da chantagem nuclear”, afirmando que o uso de armas nucleares levaria a um “armageddon humanitário”, tornando necessário um “recuo” face às atuais tensões.

Ucrânia. Reino Unido sanciona organizadores de “referendos fraudulentos”

O Reino Unido anunciou hoje sanções contra 33 indivíduos ligados a “referendos fraudulentos” sobre a integração na Rússia de regiões da Ucrânia sob ocupação russa.
Comentários