Polícia alarmada com 31 mil folgas de sindicalistas

Fontes policiais admitiram ao Jornal de Notícias que o aumento do número de sindicatos na PSP está a constituir uma ameaça à operacionalidade. O mesmo meio de comunicação social refere que existem 2800 agentes dirigentes com dispensa de serviço.

Fontes policiais bem colocadas, refere o Jornal de Notícias (JN), admitiram que o aumento do número de sindicatos na PSP está a constituir uma forte ameaça à operacionalidade desta polícia.

O JN diz que há 2800 agentes dirigentes com dispensa de serviço. As mesmas fontes policiais referem que esta ameaça à operacionalidade da PSP vem do número de dirigentes e delegados existentes e as dezenas de milhares de faltas justificadas pela sua atividade que a lei atualmente permite.

No final de 2016 o Governo fez uma proposta de lei sobre este assunto mas o parlamento ainda não agendou a discussão de acordo com o mesmo meio de comunicação social.

Recomendadas

Músicos afegãos refugiados apresentam-se hoje ao vivo no festival Iminente em Lisboa

 Na génese deste projeto está a cooperativa cultural Largo Residências, de Lisboa, distinguida no ano passado com o prémio da Acesso Cultura na categoria de Acessibilidade Social.

Portugal está na frente na diretiva sobre plásticos de uso único

“Portugal está no pelotão da frente porque já transpôs grande parte” da diretiva e propôs até medidas bastante ambiciosas, por exemplo, em termos de redução de copos de bebidas e embalagens de plástico para ´take away´ (redução de 80% até final de 2026 e de 90% até 2030, tendo por referência os valores de 2022), diz o comunicado da Zero.
Comentários