Polícia Judiciária detém homem suspeito de ameaçar matar o Presidente da República

A informação foi avançada pela CNN Portugal, que refere que as ameaças a Marcelo Rebelo de Sousa surgiram em outubro, numa carta enviada para a Casa Civil em que alegadamente era exigido o pagamento de um milhão de euros para não matar o chefe de Estado – com indicação da conta bancária para onde deveria ser feita a transferência do dinheiro – e que incluía ainda uma bala.

A Polícia Judiciária (PJ) deteve hoje, em Lisboa, um homem suspeito de ameaçar matar o Presidente da República, confirmou à Lusa fonte do órgão de polícia criminal.

A informação foi avançada pela CNN Portugal, que refere que as ameaças a Marcelo Rebelo de Sousa surgiram em outubro, numa carta enviada para a Casa Civil em que alegadamente era exigido o pagamento de um milhão de euros para não matar o chefe de Estado – com indicação da conta bancária para onde deveria ser feita a transferência do dinheiro – e que incluía ainda uma bala.

Segundo a estação televisiva, a operação da PJ envolveu fortes medidas de segurança, uma vez que o suspeito detido terá antecedentes criminais associados a criminalidade violenta.

Recomendadas

Imposto sobre bebidas açucaradas rendeu 367 milhões de euros entre 2017 e 2022 (com áudio)

No dia em que faz seis anos que este imposto entrou em vigor, a designada “taxa coca-cola” foi responsável por uma quebra de 38% nas vendas de bebidas açucaradas.
Foto: DR

Professores e educadores paralisam no distrito de Santarém (com áudio)

A greve nacional com incidência distrital, convocada por nove organizações sindicais, chega esta quarta-feira, 1 de fevereiro, a Santarém, para onde a meio da manhã confluem todos os docentes do distrito em greve.

Vinte e um municípios com 6,9 milhões de euros para recuperar áreas ardidas

O Instituto de Conservação da Natureza (ICNF) e 21 municípios assinam na quarta-feira, em Murça, distrito de Vila Real, contratos-programa para recuperação de áreas ardidas no valor de 6,9 milhões de euros.
Comentários