Politécnico de Viana do Castelo assina protocolo que vai permitir realizar doutoramentos

O Instituto Politécnico de Viana do Castelo e a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro assinam esta segunda-feira, dia 20 de junho, um protocolo que irá permitir a realização de doutoramentos. A cerimónia realiza-se pelas 10h30 nas Portas do Mezio, em Arcos de Valdevez.

O protocolo que o Politécnico de Viana do Castelo e a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) assinam esta segunda-feira, visa a criação das condições gerais para o desenvolvimento da cooperação científica, pedagógica e técnica, com particular foco no desenvolvimento de projetos de doutoramento, com orientação científica partilhada, de estudantes matriculados em cursos de 3.º ciclo (doutoramento) ou programas doutorais da UTAD, em áreas de ensino e de investigação consideradas de interesse comum.

De destacar que os orientandos poderão realizar os seus trabalhos nas Escolas, Unidades de Investigação ou no território, com orientação de docentes do IPVC. O protocolo é válido para todos os cursos de doutoramento existentes na UTAD.

Na sessão de assinatura estarão presentes, para além dos membros da Reitoria da UTAD, os diretores das Escolas e Unidades de Investigação.

“A cooperação científica e pedagógica valoriza a formação de estudantes e professores entre instituições públicas de ensino superior e constitui um fator de valorização dos planos de atividades de ensino e de investigação, que importa impulsionar por forma a promover resultados de maior escala e interesse comum”, destaca o IPVC, presidido por Carlos Rodrigues.

Recomendadas

Sovena e Fundação Amélia de Mello apoiam a formação profissional

No âmbito desta parceria, a Sovena e a Fundação Amélia de Mello irão estabelecer protocolos com cinco escolas profissionais do país, tendo sido já celebrados os protocolos com a ATEC- Academia de Formação, o Agrupamento de Escolas nº 3 de Elvas e a EPED- Escola Profissional de Educação para o Desenvolvimento. A Fundação Amélia de Mello também atribui os prémios Alfredo da Silva 2022 a investigadores.

Universidade de Aveiro atuará “com rapidez e firmeza” no caso do docente que apelidou comunidade LGBTI+ de “lixo humano”

No ano passado, a mesma reitoria abriu um inquérito ao professor em questão, também devido à publicação nas redes sociais de textos de alegado caráter discriminatório.

Feedzai cria bolsas de estudo “Women in Science” em parceria com o Instituto Superior Técnico

As candidaturas estão abertas até dia 31 de agosto e a seleção das candidatas será feita no mês de setembro. As condições de acesso e o formulário de candidatura estão disponíveis online. 
Comentários