Poluição do ar terá causado a morte a 15 mil pessoas em Portugal em 2015

A previsão dos cientistas é superior à da Agência Europeia do Ambiente e da Organização Mundial de Saúde, que era de 6.690 mortes nesse ano.

A inalação de partículas finas e outros poluentes pode ter causado a morte a, pelo menos, 15 mil pessoas em Portugal em 2015, segundo um a investigação do Instituto Max Plank de Química e da Universidade Médica de Mainz, na Alemanha, publicada no “European Heart Journal” e divulgada esta terça-feira pelo “Público”.

A previsão destes cientistas aponta para um número superior àquele que a Agência Europeia do Ambiente e a Organização Mundial de Saúde tinham estimado (de 6.690 mortes devido à poluição do ar nesse mesmo ano).

Thomas Munzel, coautor do estudo, explicou ao jornal que o facto de “estimativas terem subido tanto” se deve a “uma base de dados mais sólida” e a mais informação sobre as “doenças não-comunicáveis, como a diabetes ou a hipertensão”.

A mortalidade de 15 mil pessoas por este fator ambiental coloca Portugal a meio da tabela na Europa, com o equivalente a 138 falecimentos por cada 100 mil habitantes.

Relacionadas

Como lidar com o plástico, ser amigo do ambiente e poupar na carteira

A reciclagem de plástico é uma das principais preocupações de governos e ambientalistas. Os consumidores podem fazer a sua parte e pouparem dinheiro.
Recomendadas

Guia para gestão de Áreas Marinhas Protegidas quer ser “ferramenta útil”, afirma investigador

O “Guia de Boas Práticas para a Gestão e Monitorização de Áreas Marinhas Protegidas”, apresentado hoje, pretende ser “uma ferramenta útil” e simples para as pessoas que trabalham na área, disse um dos autores do documento à agência Lusa.

PremiumCOP27: economia fica sempre à frente dos interesses do planeta

A guerra, a inflação, os preços das energias tornaram a opção pela produção sustentável um luxo a que as economias não se podem dar. A guerra das Nações Unidas terá de ficar para mais tarde.

Pelo menos 238 mil pessoas morreram devido à poluição do ar em 2020, revela relatório

A poluição do ar provocou a morte de, pelo menos, 238 mil pessoas na União Europeia (UE), em 2020, mais do que no ano anterior, segundo um relatório da Agência Europeia do Ambiente (EEA, na sigla em inglês), hoje divulgado.
Comentários