Portal das Finanças está ”temporariamente indisponível”, diz Autoridade Tributária (com áudio)

Milhares de contribuintes não estão hoje a conseguir aceder ao Portal das Finanças. AT diz que está temporariamente indisponível devido à renovação dos certificados digitais e que os serviços voltarão a estar operacionais “brevemente”. Bug informático surge no última dia do prazo para pagamento do IMI. Fisco assegura que não está em curso qualquer ataque informático.

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) reconheceu esta quarta-feira, 30 de novembro, que Portal das Finanças está ”temporariamente indisponível” a renovação regular dos certificados de segurança, garantindo que não está em curso qualquer ataque informático. Administração fiscal assegura que os serviços do Portal das Finanças voltarão a estar “brevemente” disponíveis, não adiantando se poderá estar em causa o pagamento do IMI para os contribuintes que pagam este imposto em duas ou três prestações para valores entre 100 e 500 euros e acima dos 500 euros, respetivamente, cujo prazo da última prestação termina a 30 de novembro.

“A renovação regular dos certificados de segurança constitui uma medida preventiva e uma boa prática de segurança informática, não estando em curso qualquer ataque informático ao Portal das Finanças. Os serviços do Portal das Finanças voltarão a estar brevemente disponíveis”, avançou ao Jornal Económico fonte oficial do Ministério das Finanças, dando conta da resposta da AT aos constrangimentos detetados esta manhã por milhares de contribuintes quando pretendiam aceder ao site do Portal das Finanças.

Em causa está um erro no Portal das Finanças que está a assombrar esta plataforma, impedindo os contribuintes de aceder ao site, não estando também a conseguir validar faturas.

Em julho deste ano, o Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos (STI) denunciou que os serviços de finanças estavam a viver “um verdadeiro caos” devido à entrada em vigor de uma nova página informática, numa altura de pressão dos serviços devido à falta de pessoal, conjugada com as férias de funcionários. Na altura, a AT reconheceu também “constrangimentos temporários” nos serviços de finanças devido a uma atualização do sistema informático, tendo garantido que os problemas estavam “na sua maioria superados”.

“Em face desta atualização, conjugada com outras migrações tecnológicas, houve constrangimentos temporários no acesso e na utilização de algumas daquelas aplicações internas por parte dos trabalhadores da AT, que estão na sua esmagadora maioria superados”, garantiu a mesma fonte.

A atualização, segundo a AT, “foi programada para o início do mês de julho, não tendo sido realizada nos meses anteriores para evitar qualquer perturbação durante a campanha de entrega das declarações de IRS”.

Ainda de acordo com a mesma fonte, “não houve quaisquer constrangimentos no acesso ao Portal das Finanças por parte dos contribuintes”.

Em resposta à Lusa, fonte oficial da AT explicou que foi implementada uma nova versão do sistema informático de trabalho (“backoffice”) “para acompanhar as melhores práticas quanto à proteção de dados”.

Relacionadas

Portal das Finanças em baixo deixa contabilistas com dificuldades em validar faturas

O Portal das Finanças está temporariamente indisponível e os contabilistas estão a ter dificuldades particularmente nas funcionalidades relacionadas com o e-Fatura.
Recomendadas

Ligações ferroviárias de Lisboa a Corunha e Madrid entre projetos apoiados pela UE

O executivo comunitário anunciou hoje que escolheu 10 projetos-piloto que apoiará para estabelecer novos serviços ferroviários ou melhorar os já existentes, apontando que, no seu conjunto, “irão melhorar as ligações ferroviárias transfronteiriças em toda a União Europeia, tornando-as mais rápidas, mais frequentes e mais acessíveis”.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta terça-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta terça-feira.

“Temos o melhor pipeline de sempre em oportunidades de negócio”, salienta CEO da Webhelp Portugal

O crescimento desta empresa que proporciona serviços de apoio ao cliente, permite aumentar o investimento e criar ainda mais postos de trabalho, de acordo com Carlos Moreira, o administrador da Webhelp em Portugal, no podcast “JE Entrevista”.
Comentários