Porto aplica taxa turística de dois euros a partir de 1 de março

Proposta foi aprovada hoje pela Câmara Municipal do Porto e irá aplicar-se a qualquer hóspede com mais de 13 anos de idade.

A Câmara Municipal do Porto aprovou hoje a introdução de uma taxa turística de dois euros por noite de estadia na cidade.

A medida, que deverá entrar em vigor a 1 de março do próximo ano,  irá aplicar-se a qualquer hóspede com mais de 13 anos de idade, “até um máximo de sete noites seguidas por pessoa, ou estada, independentemente de reserva (presencial, analógica ou via digital)”.

A CDU pretendia que o valor a pagar pelos turistas fosse de apenas um euro, bem como que a taxa se aplicasse apenas a maiores de 18 anos (uma posição em que era acompanhada pelo PS), mas Rui Moreira preferiu impôr uma verba de dois euros por noite a quem queira visitar a cidade.

Já o PSD, através do candidato a presidente da Câmara nas últimas eleições atual vereador Álvaro Almeida, considerou a medida “um bom regulamento” com uma taxa “bem definida”, apenas insisntindo que a nova taxa deve ser utilizada para “aliviar os residentes de custos”, seja através da “descida do IRS na cidade do Porto”, quer seja noutras áreas.

 

Relacionadas

Taxa turística da Airbnb rendeu cinco milhões de euros à Câmara de Lisboa

A plataforma online de alojamento entregou quase cinco milhões de euros referentes à taxa turística à Câmara de Lisboa, desde 1 de maio de 2016.

Taxa turística em Lisboa poderá aumentar até 2019

“O valor da taxa será reavaliado até 1 de janeiro de 2019”, refere o PS e BE.

Lisboa e Porto entre os 100 melhores destinos gastronómicos do mundo

O ranking da Caterwings, divulgado esta terça-feira, mostra ainda que as cidades portuguesas estão no top 10 de cidades com mais restaurantes per capita.

Porto vai ultrapassar a centena de hotéis

O Grande Hotel de Paris, com 140 anos, virá o seu tamanho quase duplicar.
Recomendadas

Liderança do Mecanismo Europeu de Estabilidade assegurada temporariamente por interino

A liderança do Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE) será assumida internamente pelo até agora diretor executivo adjunto, Christophe Frankel, até final do ano ou até ser possível encontrar um substituto que reúna aprovação dos ministros da zona euro.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quinta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quinta-feira.

BdP aponta a crescimento de 6,7% e inflação de 7,8% este ano

As atualizações de outubro das projeções macro do banco central mostram revisões em alta em relação aos 6,3% de crescimento e 5,9% de inflação projetados em junho, com o consumo privado e o turismo a apoiarem a recuperação.
Comentários