Porto de Sines é o terceiro mais eficiente da Europa

O relatório “The Container Port Performance Index 2021”, do Banco Mundial e da consultora S&P Global, coloca ainda o Porto de Leixões no 205.º lugar e o de Lisboa no 215.º, numa lista de 370 portos, a nível mundial.

O Porto de Sines, em Setúbal, é o terceiro mais eficiente na Europa e o 30.º do mundo, de acordo com um relatório do Banco Mundial e da consultora S&P Global.

O relatório “The Container Port Performance Index 2021” (‘Índice de Desempenho de Portos de Contentores em 2021’) coloca ainda o Porto de Leixões no 205.º lugar e o de Lisboa no 215.º, numa lista de 370 portos, a nível mundial. O porto espanhol de Algeciras (Cádis) continua a ser o mais eficiente na Europa.

Enquanto em 2020 o “top 10” era liderado pelos portos asiáticos, em 2021 os portos do Médio Oriente monopolizavam as primeiras posições, com o Porto Rei Abdullah da Arábia Saudita na liderança.

O relatório do Banco Mundial e da consultora S&P Global procura servir de ponto de referência para os diferentes agentes económicos globais.

Em comparação com a primeira publicação, que utilizou dados do primeiro semestre de 2020, este segundo documento baseia-se na atividade das docas no final de 2021.

De acordo com a Autoridade Portuária da Baía de Algeciras (APBA), citada em comunicado, o estudo inclui uma abordagem dupla, estatística e administrativa, metodologias consideradas pelos seus autores como complementares para melhor se ajustarem ao desempenho real de cada porto.

Na primeira delas, o Porto de Algeciras repete-se na 10.ª posição, enquanto na segunda avançou, no último ano, da posição 32 para a 11.

Recomendadas

PremiumEndiama lança-se na refinação de ouro para ser ‘player’ de peso

O Grupo Endiama, através da Geoangol, vai avançar com a construção da Refinaria de Ouro de Luanda, localizada no Polo Industrial de Viana. Na próxima segunda-feira, 27 de junho, o ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Diamantino Azevedo, apresentará este projeto.

Os desafios e constrangimentos de Christine Ourmières-Widener no primeiro ano

Christine Ourmières-Widener cumpre este sábado um ano como presidente executiva da TAP, um período marcado pelos desafios e constrangimentos da execução do plano de reestruturação, um compromisso que assumiu no primeiro dia.

PremiumAuditoria ao Novobanco há meses à espera do Parlamento

A terceira auditoria da Deloitte ao Novobanco foi entregue aos deputados em abril, mantendo-se como confidencial de forma provisória. Desde então, o tema não voltou a ser discutido.
Comentários