Portucel vai investir 89 milhões em fábrica de “pellets” nos EUA

A Portucel vai construir uma fábrica de “pellets” nos Estados Unidos, com uma capacidade instalada de 460 mil toneladas e cujo investimento global é estimado em cerca de 89 milhões de euros (110 milhões de dólares). De acordo com a informação hoje enviada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) entretanto divulgada, a construção […]

A Portucel vai construir uma fábrica de “pellets” nos Estados Unidos, com uma capacidade instalada de 460 mil toneladas e cujo investimento global é estimado em cerca de 89 milhões de euros (110 milhões de dólares).

De acordo com a informação hoje enviada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) entretanto divulgada, a construção da fábrica, na Carolina do Sul, deverá iniciar-se em 2015 e espera-se que esteja concluída no terceiro trimestre de 2016.

A Portucel informa que negociou contratos de fornecimento com preço fixo, e para um prazo de dez anos, assegurando desde logo a venda de cerca de 70% da produção da nova fábrica.

Localizada na região de Greenwood, a unidade fabril situa-se “numa área com condições competitivas favoráveis, designadamente, no que respeita ao fornecimento de matéria-prima florestal e de energia”.

“A decisão de avançar com este investimento obedece a rigorosos critérios de análise, não afetando a robustez financeira da Portucel, nem tão pouco a sua capacidade de remunerar adequadamente os acionistas”, refere a empresa.

OJE/Lusa

Recomendadas

Vieira da Silva desaconselha mudança da lei das pensões. “É mais sensato suspender”

Para o ex-ministro Vieira da Silva, seria mais sensato suspender a lei da atualização das pensões, não sendo este o momento para proceder a alterações à fórmula legal.

Médicos dão prazo de duas semanas para Ministério da Saúde marcar reunião

“Já fizemos seguir o pedido de reunião ao senhor ministro [da Saúde, Manuel Pizarro] e solicitámos que essa reunião se desenvolva com a celeridade que deve e estabelecemos um limite para nas próximas duas semanas sermos convocados para essa reunião”, adiantou Noel Carrilho.

Número de trabalhadores em layoff clássico cai 6% em agosto

Os empregadores recorreram menos ao layoff clássico em agosto do que no mês anterior. Caiu 6% o número de trabalhadores abrangidos.