PremiumPortugal atinge recorde de 24 milhões de turistas em 2019

Presidente do Turismo de Portugal acredita que o crescimento verificado no final do primeiro semestre se irá manter na segunda metade do ano.

Muitas têm sido as profecias da desgraça sobre o futuro do turismo em Portugal e da alegada quebra do setor na contribuição significativa que tem tido nos últimos anos para a recuperação da economia nacional. Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal, em entrevista ao Jornal Económico, é de opinião contrária e revela que até ao final do primeiro semestre o setor cresceu 6% em número de turistas e 7% em receitas face ao período homólogo. Mais: acredita que é possível manter este ritmo de crescimento até ao final deste ano, mesmo admitindo que estamos a entrar numa fase de abrandamento, uma vez que não é possível repetir o acréscimo de receitas acumulado de 45% verificado em Portugal nos últimos três anos.

Se se confirmarem as previsões de Luís Araújo, Portugal irá superar a barreira dos 24 milhões de turistas no final do presente ano, uma vez que em 2018, segundo as estatísticas recentemente divulgadas pelo INE – Instituto Nacional de Estatística recebeu um total de 22,8 milhões de turistas, o que o colocou no 17º lugar no ranking dos países com maior número de turistas a nível mundial, de acordo com a OMT – Organização Mundial de Turismo.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Recomendadas

Anacom estabelece limite máximo a pagar pelos outros operadores à MEO pelo acesso às condutas e aos postes

Este projeto de decisão da Anacom será agora submetido a consulta à Comissão Europeia, BEREC (Organismo de Reguladores Europeus das Comunicações Eletrónicas) e às Autoridades Reguladoras Nacionais dos restantes Estados-Membros.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta sexta-feira.

Três milhões de passageiros com voos cancelados ou atrasados entre maio e agosto

Durante este período, em todos os aeroportos portugueses existiu algum tipo de congestionamento em voos (atrasos ou cancelamentos revela a análise da Airhelp.
Comentários