Portugal é campeão europeu na venda de ligeiros

A venda de ligeiros de passageiros em Portugal totalizou 119.186 veículos até outubro, um aumento de 34,7% face ao mesmo período de 2013 e o maior em termos relativos na União Europeia (UE), indicam dados da ACEA. Os números relativos ao mercado português, em termos de crescimento acumulado em comparação com o ano de 2013, […]

A venda de ligeiros de passageiros em Portugal totalizou 119.186 veículos até outubro, um aumento de 34,7% face ao mesmo período de 2013 e o maior em termos relativos na União Europeia (UE), indicam dados da ACEA.

Os números relativos ao mercado português, em termos de crescimento acumulado em comparação com o ano de 2013, têm sido os mais elevados da UE desde o primeiro semestre deste ano.

De acordo com os números da ACEA-Associação de Construtores Europeus de Automóveis divulgados hoje pela ACAP-Associação Automóvel de Portugal, a comercialização de automóveis ligeiros de passageiros registou um crescimento de 6,1% em toda a UE, com um total de 10.645.907 unidades vendidas nos primeiros 10 meses do ano.

Para este crescimento, de acordo com a ACEA, contribuíram principalmente “os acréscimos registados em Espanha (mais 18,1%) e no Reino Unido (mais 9,5%)”, ambos mercados de grande dimensão.

Durante o mesmo período, nota a ACAP, também se registaram aumentos nas vendas dos mercados de Itália, Alemanha e França, respetivamente de 4,2%, 3% e 1,4%.

Tendo em atenção apenas o mês de outubro, comercializaram-se 11.780 automóveis ligeiros de passageiros no mercado português, que foi o terceiro da UE com maior subida face ao mesmo mês do ano anterior, apresentando um crescimento de 29,6%.

Em termos europeus, venderam-se 1.072.837 unidades em outubro, naquele que foi o décimo quarto mês consecutivo de crescimento, com uma subida de 6,5% relativamente ao mesmo período de 2013.

“Com exceção de França (menos 3,8%), os mercados de maior dimensão registaram aumentos significativos”, indica também a associação, que destaca os casos de Espanha (mais 26,1%), Reino Unido (14,2%), Itália (9,2%) e Alemanha (3,7%).

OJE/Lusa

Recomendadas

Moldova mantém neutralidade mas irá fortalecer a cooperação com a NATO

A Moldova manterá a neutralidade, mas aprofundará a sua cooperação com a NATO para garantir a sua capacidade defensiva, declarou hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros da Moldova, Nicu Popescu.

Espanha e Alemanha reúnem-se em cimeira pela primeira vez desde 2013

Espanha e Alemanha celebram na quarta-feira a primeira cimeira bilateral em nove anos, que coincide com um momento de sintonia entre os dois executivos em projetos como o do gasoduto para ligar a Península Ibérica à Europa central.

CMVM: “É notório o crescimento da divergência dos padrões de poupança das famílias portuguesas”

“A poupança de longo prazo exige disciplina e empenho além de, naturalmente, um nível de rendimento que permita poupar. Esta combinação de condições ajuda a explicar o baixo nível de poupança em Portugal e em outros países que nos são próximos”, reconhece Rui Pinto.