Portugal está consternado com desastre causado pela chuva no Brasil

Portugal manifestou, esta quinta-feira, solidariedade para com o Brasil e colaborou na entrega de alimentos à Bahia, após as fortes chuvas que já causaram 24 mortos e mais de 90 mil desabrigados, disse o embaixador português em Brasília.

“Portugal e todo o povo português estão consternados e solidários com as populações afetadas por esta tragédia”, afirmou Luís Faro Ramos, num vídeo publicado na página da embaixada de Portugal no Brasil na rede social Facebook.

“O consulado de Portugal em Salvador [capital regional da Bahia], com o apoio da comunidade portuguesa na Bahia e em coordenação com a embaixada de Portugal em Brasília associou-se de imediato às campanhas de solidariedade para entrega no terreno de alimentos não perecíveis e `kits` de higiene numa iniciativa designada `Portugal solidário`”, acrescentou o representante do Governo português no Brasil.

O diplomata também lembrou que a proximidade entre Portugal e o Brasil é feita de muitas alegrias, mas também se mostra nos momentos difíceis.

“Continuaremos a acompanhar ativamente o evoluir dos acontecimentos [na Bahia] que nos recordam o imperativo global de combate às alterações climáticas, cujas manifestações não escolhem tempo nem lugar, desta vez maculando a época natalícia dos nossos irmãos brasileiros e dos baianos em particular”, concluiu.

Ao todo, 136 cidades do estado brasileiro da Bahia declararam estado de emergência devido às fortes chuvas que já deixaram duas dezenas de mortos, pelo menos 91 mil pessoas desalojadas e afetaram diretamente cerca de 629 mil pessoas.

Segundo as autoridades locais, o número de mortos nas tempestades que afetam a região subiu de 21 para 24 na noite de quarta-feira e o de feridos aumentou de 358 pessoas para 434 pessoas.

Dados compilados pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) mostraram que jamais houve uma chuva tão volumosa nesta época do ano na Bahia, com níveis muitíssimo acima dos padrões históricos de dezembro, o que explica as inundações catastróficas.

O município de Itamaraju, no Sul da Bahia, é o que registou os maiores índices de precipitação neste dezembro no Brasil com 769,8 milímetros (mm) de chuva. A marca é cinco vezes superior à média de precipitação do mês de 148,0 mm

Recomendadas

Ucrânia: UE propõe tribunal especial para julgar “crimes horríveis” da Rússia

O anúncio foi feito hoje pela presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, numa mensagem difundida através da rede social Twitter, acompanhada de imagens vídeo da declaração.

António Costa e a maldição do sete. Ouça o podcast “Maquiavel para Principiantes”

“Maquiavel para Principiantes”, o podcast semanal do JE da autoria do especialista em comunicação e cronista do “Jornal Económico”, Rui Calafate, pode ser ouvido em plataformas multimédia como Apple Podcasts e Spotify.

Venezuela e Moçambique promovem cooperação “estratégica” na área espacial

O presidente da Agência Bolivariana para as Atividades Espaciais (ABAE) venezuelana, Adolfo Godoy, encontrou-se na terça-feira com a coordenadora da Agência Nacional de Desenvolvimento Geoespacial moçambicana, Odete Semião, de acordo com um comunicado.
Comentários