Portugal FinLab: inscrições para a primeira fase da terceira edição arrancam hoje

Inovadores do setor financeiro têm até ao dia 29 de janeiro de 2021 para apresentarem projetos durante a primeira fase das candidaturas para terceira edição do Portugal FinLab. Segunda fase vai decorrer entre 15 de maio e 25 de junho do próximo ano.

As candidaturas para a terceira edição do Portugal FinLab arrancaram esta sexta-feira. O arranque aconteceu logo depois do webinar Closing the 2nd Edition and Launching the 3rd, onde foi também divulgado o relatório da segunda edição desta iniciativa que visa aproximar ideias inovadoras do setor financeiro, sejam eles startups ou empresas incumbentes, e as autoridades reguladoras portuguesas.

Como é habitual, as candidaturas poderão ser apresentadas em duas fases. A primeira decorre entre o dia de hoje, 11 de dezembro, e o dia 29 de janeiro de 2021, com a avaliação e selecção para o pitch day até ao dia 22 de fevereiro, sendo os candidatos informados depois se foram selecionados.

A segunda fase vai decorrer os dias 15 de maio e 25 de junho do próximo ano, com a avaliação e a selecção para o pitch day até ao dia 18 de julho.

O Portugal FinLab é um canal de comunicação entre entidades inovadoras na indústria financeira e os três reguladores financeiros portugueses — Banco de Portugal, Comissão do Mercado de Valores Mobiliários e a Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões.

Ao abrigo desta iniciativa, os reguladores ajudam os candidatos a compreender o sistema regulatório financeiro português.

Foram apresentadas 32 candidaturas à segunda edição do Portugal FinLab, tendo sido selecionados dez projetos no total.

Inovadores do setor financeiro podem candidatar-se ao novo Portugal FinLab até janeiro

Relacionadas

Reguladores não querem bloquear a inovação, mas BdP prefere regular a Libra antes de chegar ao mercado

“É muito difícil de regular por antecipação. O nosso objetivo não é ser de todo um obstáculo à inovação. Temos de nos adaptar”, disse Susana Pereira Barbosa da CMVM.
Recomendadas

Fintech holandesa lança serviços financeiros para PME com Mollie Capital

As fintechs financeiras estão a olhar para pequenas e médias empresas em Portugal. Depois da Rauva, vem agora a Mollie Capital anunciar-se como “o primeiro fornecedor de serviços financeiros para PME”.

Klarna permite pagamentos faseados em 870 marcas em Portugal (com áudio)

Prestes a completar o primeiro ano de operação em Portugal, a fintech sueca ultrapassou a marca dos 200 mil utilizadores nacionais da aplicação que permite dividir os pagamentos em três fases.

PremiumFintech House muda de sede para duplicar número de startups

‘Joint venture’ da associação Portugal Fintech e da rede de espaços de trabalhos partilhados Sitio investiu perto de um milhão de euros na mudança do edíficio na Praça da Alegria para o da Avenida Duque de Loulé, com dez pisos e mais de 2 mil metros quadrados.
Comentários