Portugal regista 5.800 novos casos e 11 mortes por Covid-19

Internadas estão 967 pessoas, mais 14, e 150 doentes estão nos cuidados intensivos, mais 8.

Portugal registou mais 5.800 casos positivos de Covid-19, totalizando 1.205.993 casos de infeção desde o início da pandemia no país, e 11 mortes, que perfazem 18.698 óbitos ao todo, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) desta quarta-feira, 15 de dezembro.

A região Norte somou mais 1.688 casos e cinco mortes, o Centro teve mais 1.223 novos casos e três mortes, Lisboa e Vale do Tejo teve mais 2.111 e um óbito, o Alentejo teve mais 167 casos e uma morte, e o Algarve teve 423 novos casos e uma morte. Os Açores tiveram mais 40 casos positivos, enquanto que a Madeira teve mais 113.

O nível de incidência do vírus subiu para 508,8 casos de infeção por SARS por 100 mil habitantes no território nacional e para 514,4 casos no continente. O risco de transmissibilidade (Rt) está nos 1,08 tanto em Portugal continental como a nível nacional.

De acordo com o boletim, encontram-se neste momento internadas 967 pessoas, mais 14, enquanto que o número de pessoas em cuidados intensivos está nos 150 (mais oito).

Quanto aos recuperados, a DGS informa que recuperaram da doença mais 3.586 pessoas, totalizando 1.119.335. Atualmente, existem 67.960 casos ativos de coronavírus, mais 2.203 registados nas últimas 24 horas. Neste boletim, o órgão de saúde pública adianta também que existem mais 911 contactos em vigilância, totalizando 92.620.

No total, o Norte tem 449.780 casos positivos, o Centro 173.106, Lisboa e Vale do Tejo soma 459.278, o Alentejo 43.963, o Algarve tem 53.009, os Açores contabiliza 10.500, e a Madeira 16.357.

No total de óbitos, o Norte regista 5.712 mortes desde o início da pandemia, o Centro soma 3.303, Lisboa e Vale do Tejo tem 7.895, o Alentejo 1.073 e o Algarve contabiliza 553 óbitos. Os Açores voltam a manter os 49 óbitos e a Madeira mantém também os 113.

Do total de casos confirmados de coronavírus, 562.557 são homens, 642.596 são mulheres, e 840 são dados como desconhecidos.

Do total de mortes 9.811 são homens e 8.887 são mulheres.

[Notícia atualizada às 14:38]

 

 

 

 

Recomendadas

Covid-19: Human Rights Watch pede respeito pelos direitos de manifestantes na China

A Human Rights Watch defendeu hoje que o Governo chinês deve respeitar os direitos de todos aqueles que protestam pacificamente contra as restrições no combate à pandemia de covid-19.

Covid-19: Testes deixam de ser recomendados a pessoas sem sintomas e internados com visitas

Os testes à infeção com o coronavírus SARS-CoV-2 deixaram de ser recomendados a pessoas sem sintomas de infeção e doentes internados com covid-19 passam a poder receber visitas, avançou hoje a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Plataforma da A23 e A25 indignada com ausência da abolição de portagens no OE2023

Em comunicado, a plataforma salientou que “foi sem surpresa, mas com indignação”, que confirmou que “o Governo e o partido (PS) que o suporta na Assembleia da República aprovaram o Orçamento do Estado para 2023, sem nele incluírem a suspensão ou abolição das portagens nas Scut da Beira Interior (A23, A24 e A25)”.
Comentários