Portugal regista 6.334 casos e 16 mortes por Covid-19

Estão internadas mais 36 pessoas, para um total de 914. Em UCI encontram-se agora 150 doentes (menos um).

Portugal registou mais 6.334 casos positivos de Covid-19, totalizando 1.286119 casos de infeção desde o início da pandemia no país, e 16 mortes, que perfazem 18.890 óbitos ao todo, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) desta segunda-feira, 27 de dezembro.

Relativamente aos internamentos, estão em enfermaria 914 doentes, mais 36 doentes, e 150 estão nas unidades de cuidados intensivos (UCI), ou seja, menos um.

Segundo o boletim, foi em Lisboa e Vale do Tejo que se contabilizaram mais casos (3.193 ) e cinco mortes, seguindo-se o Norte que somou mais 2.043 casos e três mortes, o Centro (mais 491 novos casos) o Algarve, (mais 198 e duas mortes) e o Alentejo (mais 124 casos). Já as regiões autónomas dos Açores e da Madeira somaram mais 55 e 230 casos positivos, respetivamente, sem registar mortes.

No total o Norte tem 473.136 casos positivos, o Centro 184.045, Lisboa e Vale do Tejo 496.150, o Alentejo 45.950, o Algarve conta com 56.407, os Açores 11.267 e a Madeira 19.164 .

Desde o início da pandemia, o Norte registou 5.760 mortes, o Centro tem 3.347, Lisboa e Vale do Tejo 496.150 , o Alentejo 1.086, o Algarve tem 575 , os Açores contam com 51 e a Madeira com 120.

Foram contabilizados mais 2.423 recuperados do coronavírus, passando o total para 1.161.615. Os casos ativos ficam em 105.614, mais 3.895 face ao dia anterior.

Os contactos em vigilância ativa são 127.669, ou seja, mais 3.492.

Nos casos confirmados de coronavírus, 601.817 são homens, 683.322 são mulheres, e 980 são dados como desconhecidos.

Nas mortes 9.920 são homens e 8.970 são mulheres.

O nível de incidência do vírus está nos 804,3 casos por 100 mil habitantes no território nacional e nos 807,4 no continente. O risco de transmissibilidade (Rt) é de 1,23 a nível nacional e de 1,06 em Portugal continental.

Notícia atualizada às 14:48

 

 

Recomendadas

Covid-19: China anula várias medidas de prevenção e sinaliza fim da estratégia ‘zero casos’ (com áudio)

O Conselho de Estado (Executivo) anunciou que quem testar positivo para o vírus pode, a partir de agora, cumprir isolamento em casa, em vez de ser enviado para instalações designadas, muitas vezes em condições degradantes.

Covid-19: Pandemia provocou mais 300 mil mortes na UE do que as oficiais, diz OCDE

“No final de outubro de 2022, mais de 1,1 milhões de mortes de covid-19 foram reportadas em todos os 27 países da UE, mas os dados sobre o excesso de mortalidade sugerem que se trata de uma subestimativa e que mais 300 mil pessoas morreram devido ao efeito direto ou indireto da pandemia”, refere o relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e da Comissão Europeia (CE).

Covid-19: Problemas de saúde mental aumentaram na Europa, sobretudo nos jovens

A Organização para Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) explica no relatório comparativo da situação de saúde na Europa que, enquanto em 2019 a percentagem de jovens entre 15 e 24 anos com sintomas de depressão era de 6%, contra 7% nos adultos, com o coronavírus os números aumentaram em todos os países para os quais existem dados.
Comentários