Portugal regista 604 novos casos de Covid-19 e quatro mortes

Há mais 243 pessoas recuperadas da doença causada pelo vírus SARS-CoV-2, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado este domingo pela Direção-Geral da Saúde.

Flavio Lo Scalzo/Reuters

Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 604 casos de Covid-19 e quatro mortes associada à doença causada pelo novo coronavírus, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado este domingo pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Assim, o número total de infetados pelo vírus SARS-CoV-2 é superior a 1,08 milhões (1.085.138 contágios) e o número oficial de vítimas mortais encontra-se acima das 18 mil (18.133 óbitos).

À semelhança do que tem vindo a acontecer, maioria das novas infeções foram registadas nas regiões de Lisboa e Vale do Tejo e Norte (226 e 160, respetivamente), elevando o total de casos de Covid-19 desde o início da pandemia, nestas zonas do país, para 419.074 e 414.820, pela mesma ordem. Segue-se o Centro, com 131 novos casos, o Algarve (47) e só depois o Alentejo (13). A Região Autónoma dos Açores teve mais 13 diagnósticos e a da Madeira mais 14.

Em relação à pressão sobre os hospitais, segundo as autoridades de saúde, está a cair, porque existem atualmente 269 pessoas internadas (menos cinco), das quais 52 estão em Unidades de Cuidados Intensivos (menos três), segundo a DGS, que lança os dados a quatro dias de Portugal entrar na última fase do plano de desconfinamento.

O número de recuperados da doença subiu para 1.035.693, depois de mais 243 utentes receberem alta. Já os contactos em vigilância caíram para 20.803 , menos 274 do que ontem, ao contrário dos casos ativos de Covid-19, que aumentaram para 31.312 (mais 357).

O nível de incidência do vírus no território nacional situa-se nos 86,1 casos por 100 mil habitantes e no continente é de 86,5, o que representa uma descida. Por sua vez, o risco de transmissibilidade (Rt) fixa-se nos 1,02 tanto a nível nacional como em Portugal continental.

Esta manhã a DGS revelou que 85,7% da população tem a vacinação primária completa contra a Covid-19, sendo que o número de pessoas com terceira dose ou dose adicional atingiu as 123 mil. O autoagendamento das vacinas contra a gripe e reforço da vacina contra Covid-19 estará disponível, para utentes acima dos 80 anos, a partir da próxima terça-feira (dia 26 de outubro), no portal online para o efeito.

Notícia atualizada às 14h27

Relacionadas

Agendamento da terceira dose da vacina contra a Covid-19 disponível na terça-feira

Em relação à gripe, cuja segunda fase da campanha de vacinação contra a gripe começou na segunda-feira para quem tem 65 anos ou mais, conta atualmente com 279 mil vacinas administradas, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.
Recomendadas

Transição energética não pode ser feita sem as pessoas

Empresas do sector energético destacam a importância das pessoas nos seus projetos. A transição não pode ser feita sem o envolvimento das populações locais e sem a conversão de postos de trabalho.

Escassez de carros e inflação dominam mercado da gestão de frotas

Há falta de carros, há falta de peças, há uma inflação galopante no preço das viaturas e há o perigo do abrandamento económico. São fatores negativos para as gestoras de frotas das empresas. Mas as gestoras têm soluções.

Transição climática é prioridade para grandes empresas

Sonae, CTT, NOS e Altri têm estratégias consolidadas no combate às alterações climáticas e querem com as suas práticas influenciar toda a cadeia de valor. O JE foi conhecer as metas traçadas e as medidas para as atingir.
Comentários