Portugal soma 17.172 casos por Covid-19 nas últimas 24 horas. Novo máximo desde o início da pandemia

Depois de uma quebra de casos registado no domingo, o número de casos confirmados disparou esta terça-feira atingindo um novo recorde. Foram mais de 17 mil infeções e 19 mortes associadas à Covid-19 nas últimas 24 horas.

Câmara Municipal de Lisboa

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 17.172 casos positivos de Covid-19, fazendo deste o dia com mais casos confirmados desde o início da pandemia. O número mais elevado até então tinha sido registado a 28 de janeiro de 2021, altura em que a Direção-Geral de Saúde (DGS) contabilizou 16.432 infeções e 303 mortes associadas ao vírus. Feitas as contas, existem hoje um total de 1.303.291 casos de infeção.

Quanto às mortes, o boletim epidemiológico da DGS registou mais 19 óbitos para um total de 18.909 mortes desde o início da pandemia.

Relativamente aos internamentos, estão em enfermaria 936 doentes, mais 22, e 152 estão nas unidades de cuidados intensivos (UCI), ou seja, mais duas.

Observando a matiz de risco, Portugal encontra-se na zona vermelha. O nível de incidência do vírus está nos 804,3 casos por 100 mil habitantes no território nacional e nos 807,4 no continente. O risco de transmissibilidade (Rt) é de 1,23 a nível nacional e de 1,06 em Portugal continental.

Segundo o boletim, foi em Lisboa e Vale do Tejo que se contabilizaram mais casos (8.576) e seis mortes, seguindo-se o Norte, que somou mais 5.046 casos e quatro mortes, o Centro (mais 2.124 novos casos  e cinco mortes), a Região Autónoma da Madeira (mais 516 casos e duas mortes), o Algarve (mais 417 e duas mortes) e o Alentejo (mais 325). A Região Autónoma dos Açores foi a que registou menos casos: 168.

No total o Norte tem 478.182 casos positivos, o Centro 186.169, Lisboa e Vale do Tejo 504.726, o Alentejo 46.275 , o Algarve conta com 56.824, os Açores 11.435 e a Madeira 19.680.

Desde o início da pandemia, o Norte registou 5.764 mortes, o Centro tem 3.352, Lisboa e Vale do Tejo 7.957, o Alentejo 1.086, o Algarve tem 577 , os Açores contam com 51 e a Madeira com 122.

Nas últimas 24 horas, o boletim da DGS informa que foram contabilizados mais 8.226 recuperados do coronavírus, passando o total para 1.169.841. Quanto aos casos ativos, são hoje mais 8.927 elevando para 114.541 o número de pessoas atualmente infetadas. O número de casos ativos aproxima-se dos de 13 de janeiro (116.328), na fase ascendente da curva epidémica, e dos de 11 de fevereiro (118.362), já na fase descendente. O pico dos casos ativos aconteceu a 31 de janeiro (181.623).

Notícia atualizada às 16:35

 

Relacionadas

Infeções diárias potenciadas pela Ómicron atingem recorde mundial

As mais de 1,44 milhão de infeções em todo o mundo quebraram o recorde anterior após calcular um dia em dezembro de 2020, quando a Turquia reportou um número significativo de casos.
Recomendadas

Rampa Digital dá consultoria às empresas sobre negócios no online

Associação .PT, gestora do domínio web português, quis estar perto das empresas que estão em processo de internacionalização.

Talento, burocracia e critérios ESG no leque dos desafios para 2023

Ultrapassada a pandemia, o horizonte alarga-se, mas desafios há sempre. O ano novo está à porta e há, pelo menos, um que vai dar água pela barba: como captar e reter as melhores pessoas nas empresas. Por Almerinda Romeira

Desobediência civil. China enfrenta protestos por medidas anti-Covid

Conta a agência Reuters que os protestos na China estão a intensificar-se e que nunca se viu nada assim desde que Xi Jinping assumiu o poder (há uma década), numa altura em que Pequim enfrenta o pior surto desde o início da pandemia com o encerramento de escolas e muitos trabalhadores em teletrabalho.
Comentários