Portugal soma 2.752 casos de Covid-19 e 18 mortes

DGS contabiliza esta segunda-feira mais 2.023 pessoas recuperadas da doença causada pelo vírus SARS-CoV-2.

Portugal registou mais 2.752 casos positivos de Covid-19, totalizando 1.227.854 casos de infeção desde o início da pandemia no país, e 18 mortes, que perfazem 18.796 óbitos ao todo, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) desta segunda-feira, 20 de dezembro.

O Norte somou mais 873 casos, o Centro teve mais 370 novos casos, Lisboa e Vale do Tejo teve mais 1.083, o Alentejo teve mais 94, o Algarve 158, os Açores tiveram mais 62 e a Madeira mais 112.

No total o Norte tem 456.258 casos positivos, o Centro 176.833, Lisboa e Vale do Tejo 467.787, o Alentejo 44.555, o Algarve conta com 54.408, os Açores 10.743 e a Madeira 17.270.

A região do Norte registou mais cinco mortes, o Centro mais quatro, Lisboa e Vale do Tejo mais seis, o Alentejo mais duas e o Algarve mais uma. As duas regiões autónomas não registaram mortes.

No total o Norte tem 5.738 mortes, o Centro tem 3.325, Lisboa e Vale do Tejo 7.922, o Alentejo 1.082, o Algarve tem 564, os Açores contam com 50 e a Madeira com 115.

Internadas estão 943 pessoas, mais doze, e 152 estão nos cuidados intensivos, mais sete.

Foram contabilizados mais 2.023 recuperados do coronavírus, passando o total para 1.135.358. Os casos ativos ficam em 73.700, mais 711 face ao dia anterior.

Os contactos em vigilância ativa são 100.955, ou seja, mais 616.

Nos casos confirmados de coronavírus, 573.386 são homens, 653.603 são mulheres, e 865 são dados como desconhecidos.

Nas mortes 9.866 são homens e 8.930 são mulheres.

O nível de incidência do vírus é de 558,5 casos por 100 mil habitantes no território nacional e 562,3 no continente. O risco de transmissibilidade (Rt) é de 1,07 a nível nacional e de 1,06 em Portugal continental.

[Atualizada às 16h02]

Recomendadas

SIC: Alargamento da dedução dos juros da habitação em sede de IRS poderá abranger mais de 660 mil famílias

Segundo a SIC Notícias, se a medida for incluída no Orçamento do próximo ano, como se espera, poderá abranger mais de 660 mil famílias. 

OE2023: PAN critica “rumo de desvalorização salarial” da função pública

A porta-voz do PAN criticou hoje a proposta de aumentos salariais para a função pública, apontando um “rumo de desvalorização salarial” e alertando que os funcionários públicos “viverão com menos recursos” no próximo ano.

OE2023: Iniciativa Liberal vai insistir no desagravamento de vários impostos

O líder da Iniciativa Liberal (IL) disse hoje, em Coimbra, que o partido vai apresentar cerca de uma dúzia de propostas de alteração ao Orçamento de Estado para 2023, que visam o desagravamento de vários impostos.
Comentários