Portugal Sotheby’s Realty registou 377 milhões de euros em transações em 2022 (com áudio)

Este volume correspondeu a um total de 714 transações realizadas com os investidores estrangeiros a representarem 52% das vendas da imobiliária de luxo, ligeiramente acima dos 48% de imóveis adquiridos por clientes portugueses.

A Portugal Sotheby’s Realty terminou o ano de 2022 com um volume de 377 milhões de euros em transações imobiliárias, o que significou um crescimento de 23% face ao ano anterior, resultado de um total de 714 negócios realizados, informou a imobiliário de luxo portuguesa em comunicado esta quarta-feira, 18 de janeiro.

Os investidores estrangeiros representaram 52% das vendas feitas pela Portugal Sotheby’s Realty, ligeiramente acima dos 48% de imóveis adquiridos por clientes portugueses. No mercado internacional destacam-se os compradores vindos dos Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha e França.

A cidade de Lisboa, a zona da linha (Estoril, Cascais e Oeiras), mas também o Algarve, a Ilha da Madeira e o Porto foram as zonas mais procuradas, com o preço médio de transação a situar-se no um milhão de euros.

Os clientes norte-americanos (24%) foram quem mais habitação de luxo comprou em Lisboa, procurando especialmente apartamentos (53%), moradias (33%) e herdades e prédios (ambos com 14%).

A segurança, hospitalidade, boas infraestruturas, o acesso a bons estabelecimentos de ensino e bons cuidados de saúde, são alguns dos factores que levam a que cada vez mais investidores dos Estados Unidos escolham Portugal para viver.

Miguel Poisson, CEO da Portugal Sotheby’s Realty, considera que “os s resultados que alcançámos comprovam que Portugal continua a afirmar-se como um excelente investimento e, também, que o mercado de luxo está forte e de boa saúde apesar do contexto de incerteza ligado à guerra na Ucrânia, à elevada inflação e ao aumento das taxas de juro”, acrescentando que para 2023, a imobiliária prevê um crescimento do volume de transações a dois dígitos e que terá cinco novas equipas comerciais e contratará 50 novos colaboradores.

Recomendadas

Santander aumenta salário de todos os funcionários em Espanha em 4,5%

Banco tinha previsto aumento de 1,25% de aumento para os funcionários mas, para fazer face ao aumento da inflação, reabriu a negociação coletiva e decretou um aumento na ordem dos 4,5%.

Santander com mais 30% de amortizações antecipadas de crédito à habitação

Num ano em que qualquer amortização antecipada de crédito hipotecário está isenta de comissões, o banco regista já um aumento de 30% das amortizações antecipadas nos últimos três meses, face ao padrão que existia.

PremiumSantander insta BdP a rever regra dos créditos da casa

À Euribor e spread, o regulador recomenda que se somem outros 3% à taxa final na análise da banca à solvabilidade dos clientes nos créditos a taxa variável. Para o Santander, esta regra deveria ser revista perante a subida dos juros.
Comentários