Portugal tem mais de 8,8 milhões de pessoas vacinadas contra a Covid-19

A região Norte continua a liderar no processo de vacinação contra o vírus SARS-CoV-2, uma vez que conta com 88% da população inoculada, de acordo com o relatório semanal da Direção-Geral da Saúde, divulgado esta terça-feira.

Já são mais de 8,8 milhões as pessoas (mais precisamente 8.862.628) em Portugal que receberam as duas doses da vacina contra a Covid-19, o que corresponde a 86% da população portuguesa, segundo o relatório semanal de vacinação da Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgado esta terça-feira. O país caminha, assim, para os 9 milhões de cidadãos inoculados (com o esquema vacinal completo).

Atualmente, Portugal regista 21.400.630 doses de vacinas recebidas e 16.599.465 distribuídas, um mês depois de ter alcançado a meta de ter 84% da população vacinada com pelo menos uma dose, mesmo ainda antes de ser dar o último passo no plano de desconfinamento. No total, mais de 9 milhões de portugueses (87% ou 9.011.536 pessoas) receberam a primeira dose do fármaco contra o vírus SARS-CoV-2, de acordo com a DGS.

Entre a população portuguesa vacinada – tanto com a primeira dose da vacina como com a vacinação completa – são os mais velhos que se destacam, pois quer na faixa etária dos 80 ou mais anos como na dos 65 aos 79 anos são 100% os vacinados com as duas doses. É ainda notória a percentagem de pessoas vacinadas entre os 50 e os 64 anos: 99% (2.146.914 pessoas).

Os mais jovens têm cada vez mais expressão nesta tabela. Já são 86% os utentes entre os doze e os 17 anos que estão vacinados (533.637 pessoas), 89% entre os 18 e os 24 anos (696.340 pessoas) e 93% entre os 25 e os 49 anos (3.114.043 pessoas).

Em termos de regiões, o Norte mantém-se a sobressair no mapa, uma vez que é a zona onde a percentagem de população vacinada é mais alta (88%). Logo depois segue-se o Alentejo e o Centro (ambos com 87%), Lisboa e Vale do Tejo (84%), o arquipélago da Madeira e a Região Autónoma dos Açores (83%). O Algarve fica para trás, com 80%.

Portugal foi o primeiro país do mundo a ter 85% da população vacinada contra a Covid-19.

Notícia atualizada às 19h40

Recomendadas

Inflação pode retirar competitividade às empresas portuguesas

Responsável da Fundação AIP considera que os custos nos transportes, aliados ao atual quadro político poderá levar a que esta não seja a melhor altura para o sector empresarial se expandir para os mercados mais longínquos. Investir na vertente digital é outro dos desafios.

PRR, mesmo sem inflação, sofreria dos mesmos problemas

Execução da bazuca enfrentaria dificuldades com burocracia e mudanças na economia global, reforçando papel dos contabilistas.

Tecnologia torna “obsoletos” problemas dos contabilistas

No último ano, as empresas tecnológicas têm investido em soluções mais inovadoras para os gabinetes de contabilidade. A PHC Software e a Sage são exemplos, com novos ‘add-ons’ ou arquivos digitais.
Comentários