Portugueses estão a gastar 40 euros em média por compra com Multibanco

Os portugueses gastaram 40 euros em média nas compras realizadas em lojas, através dos terminais de pagamento automático da rede Multibanco, entre os dias 24 de novembro e 7 de dezembro, informa a Sibs. De acordo com um comunicado divulgado hoje pela empresa que gere a rede Multibanco, nessas duas primeiras semanas da época de […]

Os portugueses gastaram 40 euros em média nas compras realizadas em lojas, através dos terminais de pagamento automático da rede Multibanco, entre os dias 24 de novembro e 7 de dezembro, informa a Sibs.

De acordo com um comunicado divulgado hoje pela empresa que gere a rede Multibanco, nessas duas primeiras semanas da época de Natal os consumidores realizaram 32,3 milhões de compras, no valor de 1.305 milhões de euros.

Face a igual período do ano anterior (entre 25 de novembro e 8 de dezembro), houve um aumento de 6,5% no número de compras através dos terminais da rede, acompanhado pela subida de 5,9% no montante total gasto, enquanto o valor médio por operação reduziu-se em 0,4%.

Já no que respeita às caixas automáticas da Rede Multibanco, de acordo com a Sibs, durante as duas semanas em análise os portugueses realizaram 17,2 milhões de levantamentos, menos 0,2% do que no período de comparação em 2013.

Houve ainda uma diminuição de 0,4% no montante médio por levantamento, que foi de 65 euros, enquanto que no total foram levantados 1.115 milhões de euros, menos 0,6% do que em 2013.

“Nesta semana, e em comparação com o ano anterior, registou-se um aumento global (levantamentos e compras) dos volumes processados na rede SIBS de 4,1% no número de operações e de 2,8% no volume transacionado”, indica ainda a empresa, referindo-se à primeira semana de dezembro.

OJE/Lusa

Recomendadas

Respostas Rápidas: como deve investir a pensar na reforma?

Com uma estrutura demográfica cada vez mais envelhecida, as dúvidas em torno da sustentabilidade da Segurança Social no médio-prazo reforçam o papel da poupança privada no rendimento dos portugueses em reforma, pelo que importa compreender os vários instrumentos financeiros ao seu dispor.

Respostas rápidas: é assim que pode ir para a reforma antes dos 66 anos e sete meses

Não tem 66 anos e sete meses, mas quer ir para a reforma? Há vários regimes que permitem a antecipação da pensão de velhice. O Jornal Económico explica, com base num guia do ComparaJá.

Preço médio das casas do Canadá vai custar perto de 500 mil euros até ao fim de 2023

Aumento das taxas de juro acima do previsto pelo Banco do Canadá estão a fazer com que os custos com a habitação consumam 60% das finanças das famílias, o valor mais elevado desde 1990.