Portugueses representaram 73% da compra de imóveis de luxo em 2021

A imobiliária de luxo registou no ano passado o melhor volume de negócios de sempre, 1,3 mil milhões de euros, correspondentes a 4.801 transações, o que significou um aumento de 15,2% em volume de negócios e de 40,4% em transações.

A RE\MAX Collection, especialista no mercado de luxo registou em 2021 um volume de negócios de 1,3 mil milhões de euros, com os investidores portugueses a serem responsáveis 73,1% das aquisições, informa a imobiliária em comunicado.

Este volume de negócios é o melhor de sempre da RE\MAX Collection e correspondeu a 4.801 transações realizadas, o que significou um aumento de 15,2% em volume de negócios e de 40,4% em transações, quebrando o recorde de 7% verificado em 2019.

O segmento de apartamentos foi o que mais investimento captou, representando 81,2% do volume de transações, o equivalente a 68,1% do total do volume de negócios. Os portugueses foram os principais dinamizadores do mercado a uma larga distância dos clientes brasileiros (3,9%), norte-americanos (2,8%), franceses, ingleses e chineses (todos com 2,4%).

Os apartamentos de tipologias T2 e T3 foram os mais procurados durante o último ano, correspondendo a um total de 68,7% dos imóveis movimentados. O distrito de Lisboa registou o mesmo impacto no volume de transações que em 2020 (77,9%), seguido pelo Porto (6,6%), Setúbal (5,6%) e Faro (5,1%).

Beatriz Rubio, CEO da RE/MAX, refere que “os portugueses continuam a revelar muito interesse por este segmento sendo os principais compradores de imóveis Collection, o que indica que os ativos imobiliários continuam a ser percecionados como investimento seguro em detrimento de produtos financeiros”.

Recomendadas

Bloomberg: Novobanco escolhe shortlist de potenciais compradores para a sede

O Novobanco já pré-selecionou a shortlist de candidatos à compra da sua sede em Lisboa, avança a Bloomberg que cita fontes familiarizadas com o assunto. A Vanguard passou à fase das propostas vinculativas.

Grupo CVM investe 140 milhões de euros até 2024 na Área Metropolitana do Porto

Ao todo vão ser construídos 15 edifícios, num total de 825 frações, sendo que 425 já estão em construção com as restantes 400 a terem início até final do primeiro trimestre de 2023.

Interesse de estrangeiros na compra de casa em Portugal aumenta 29%

A maioria dos estrangeiros que procuram casa em Portugal estão interessados em comprar casa em Lisboa, Porto, Braga, Leiria e Aveiro.
Comentários