PR diz que é preciso proporcionar aos jovens condições para serem o futuro do país

O chefe do Estado visitou a Casa de Acolhimento Residencial Especializada – GPS (Gerar, Percorrer e Socializar), que acolhe 24 adolescentes dos 12 aos 18 anos de famílias desfavorecidas.

Foto: Cristina Bernardo

O Presidente da República defendeu este sábado que é preciso proporcionar aos jovens portugueses condições para serem o futuro do país, sobretudo aos que são diferentes, mas têm direito a construir o seu futuro à sua maneira.

“Passamos a vida a dizer que o futuro deste país são os jovens, mas isso tem que se traduzir nos vários aspetos da vida portuguesa”, como em “proporcionar aos jovens portugueses condições para serem o futuro”, disse Marcelo Rebelo de Sousa aos jornalistas, no concelho de Castro Verde, no distrito de Beja, no Alentejo.

O chefe do Estado falava após ter visitado a Casa de Acolhimento Residencial Especializada – GPS (Gerar, Percorrer e Socializar), que acolhe 24 adolescentes dos 12 aos 18 anos de famílias desfavorecidas, e a comunidade terapêutica da Quinta Horta da Nora, da ART – Associação de Respostas Terapêuticas, que acolhe 51 adolescente dos 15 aos 18 anos com problemas de dependências de substancias ilícitas e/ou comportamentos de inadaptação social.

“Não há dois jovens iguais, os que são os problemas de uns não são os problemas de outros” e naquelas duas respostas sociais “temos como lidar com situações diferentes abrindo caminhos para que o futuro” daqueles adolescentes “seja melhor”, porque “eles são o futuro”, frisou.

Recomendadas

PremiumMudar o sector alimentar para atingir metas de carbono zero

Mesmo que todas as emissões nocivas fossem imediatamente interrompidas, as emissões do sistema alimentar global seriam suficientes para elevar o limite de subida da temperatura global em 1,5°C graus.

Projetos de transição vão sofrer com efeitos da crise

Os processos de transição climática em curso já estão a sofrer soluços no atual cenário macroeconómico e há lições a tirar. “Tudo vai custar muito mais do que se pensava”, garante o CEO da Madoqua Renewables ao Jornal Económico.

Marcelo diz que “assegurar a continuidade do acesso à água” é responsabilidade de todos

O Presidente da República aponta que “vivemos um momento em que as reservas hídricas atingem o seu mínimo, no dia em que se celebra o Dia Nacional da água.
Comentários