Praça lisboeta negoceia no vermelho

A bolsa de Lisboa negoceia esta quinta-feira no vermelho, com o principal índice de referência do mercado de capitais português (PSI 20) a cair 0,10% para os 5.380,96 pontos.

Reuters

A bolsa de Lisboa negoceia esta quinta-feira no vermelho, com o principal índice de referência do mercado de capitais português (PSI 20) cair 0,10% para os 5.380,96 pontos.

No início da sessão, que deverá ser marcada pela divulgação do boletim do económico do BCE para o crescimento da zona euro, seis cotadas do PSI 20 abriram em alta, seis em queda e seis inalteráveis. Nas restantes praças europeias a tendência é também de queda, ainda que muito ligeira.

 As bolsas europeias seguiam negativas, num dia sem grandes referências macroeconómicas agendadas e com pouca atividade nos mercados, característica da época do ano. Por volta das 8:40 de Lisboa, o Eurostoxx 50 estava a cair 0,18% e negociava nos 3.543,90 pontos.

Depois de o principal acionista dos CTT ter reforçado o capital em 11% na quarta-feira, a operadora postal destaca-se no início da sessão de hoje ao valorizar 1,30% para os 3,571 euros.

No retalho, a Sonae está a descer 0,61% para os 1,139 euros e a Jerónimo Martins cai 0,006% para 15,94 euros.

Já as energéticas EDP Renováveis e REN registam variações negativas. A EDP Renováveis desce 0,24% para os 6,711, face à sessão anterior, e REN segue a desvalorizar 0,20 para os 2,465 euros. A EDP também desce 0,35% para 2,898 euros e a Galp Energia está no vermelho com 0,64% para os 15,67 euros.

No verde, está o BCP com uma valorização de 0,11% para os 0,2697 euros, face à última sessão.

A sessão de hoje poderá ser marcada também pelo preço do barril de petróleo Brent para entrega em fevereiro, que abriu em alta no mercado de futuros de Londres, a valer 66,63 dólares, mais 0,28% do que na sessão anterior. Na quarta-feira, o preço do barril de brent fechou a valorizar 1,82%, para os 66,44 dólares.

A divulgação do preço a que os bancos avaliam as casas na hora de concederem crédito à habitação, agendada para hoje pelo Instituto Nacional de Estatística, também poderá mexer com na praça lisboeta.

Relacionadas

CTT abrem rede postal a concorrentes

A partir de hoje, os compromissos apresentados pelos CTT vão estar em consulta pública por um período de 20 dias úteis, sendo que posteriormente “haverá lugar a uma decisão final na qual a AdC terá em conta as observações apresentadas pelos interessados”.

Principal acionista dos CTT reforça participação para 11% do capital

A empresa Gestmin, em que o administrador não executivo dos CTT João Pereira Bento é vice-presidente, adquiriu um total de 1,19 milhões de ações da operadora postal, logo a seguir à apresentação do plano de reestruturação.
Recomendadas

Bolsa de Lisboa abre em alta numa manhã positiva para os mercados europeus

O PSI iniciou a sessão desta terça-feira em terreno positivo, estando a ganhar 1,29% para 5.485,53 pontos numa manhã serena para a generalidade das praças europeias. A Greenvolt e a Altri estão em destaque esta manhã ao valorizarem, respetivamente, 1,77% para 8,61 euros e 2,42% para 5,12 euros. Ainda no mercado energético, a Energias de […]

Topo da Agenda: o que não pode perder nos mercados e na economia esta terça-feira

Destaque do dia para a Rússia, que vai publicar os dados relativos à taxa de desemprego e outros indicadores macroeconómicos, numa altura em que o esforço bélico e o prolongamento das sanções começam a afundar a economia do país.

Luta da Fed contra a inflação atinge Wall Street no fecho da sessão

De resto, o organismo liderado por Jerome Powell deu conta na semana passada da possibilidade de as taxas de juro continuarem em alta até 2023 fez com que os três principais índices tivessem caído na última semana entre 4% e 5%.
Comentários