Prazo para candidaturas a 500 estágios no Estado prorrogado até terça-feira

O gabinete da ministra Alexandra Leitão diz que a prorrogação foi feita tendo em conta que houve “uma correção” efetuada “no decurso do primeiro dia do prazo”.

O prazo para candidaturas às 500 vagas do programa de estágios remunerados na Administração Pública para jovens licenciados terminava hoje foi prorrogado até ao final do dia de terça-feira, disse fonte oficial da tutela à Lusa.

Segundo o Ministério da Modernização do Estado e da Administração Pública, o prazo das candidaturas ao EstágiAP XXI “será prorrogado até ao final do dia de amanhã [terça-feira]”.

O gabinete da ministra Alexandra Leitão diz que a prorrogação foi feita tendo em conta que houve “uma correção” efetuada “no decurso do primeiro dia do prazo”.

“Verificou-se que, por lapso, e apesar de terem currículos semelhantes, não foram inicialmente incluídas as licenciaturas em Administração e Gestão Desportiva, Treino Desportivo e Gestão das Organizações Desportivas; Ciências da Comunicação e Multimédia, Design Gráfico e Multimédia e Design Multimédia”, explica a fonte oficial.

O diploma que cria e regulamenta o programa EstágiAP XXI foi publicado em março e a portaria para o arranque das candidaturas, que fixa a distribuição das 500 vagas nos organismos públicos, em vários pontos do país, entrou em vigor em 31 de maio.

O programa de estágios é coordenado pelo Instituto Nacional de Administração (INA) em articulação com o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) e destina-se a jovens licenciados até aos 30 anos que estejam desempregados ou à procura do primeiro emprego ou até aos 35 anos caso possuam deficiência ou incapacidade.

Os estágios têm a duração de nove meses, podendo ser celebrados contratos a tempo parcial.

Cada estagiário recebe uma bolsa no valor de 998,5 euros ilíquidos (sujeitos depois a impostos e contribuições), equivalente à remuneração de um técnico superior em início de carreira, ou ao proporcional no caso de contrato parcial.

Os estagiários beneficiarão de uma majoração na classificação atribuída em sede de lista de ordenação final em procedimento concursal de recrutamento que seja publicitado nos dois anos após o termo do estágio.

A análise das candidaturas cabe ao INA e o procedimento de seleção e colocação é concluído no prazo máximo de 60 dias, segundo o diploma publicado em março.

O programa de estágios estava previsto no Programa de Estabilização Económica e Social (PEES) e no Orçamento do Estado para 2021 (OE2021), tendo ficado estabelecido, por proposta do PCP, que a abertura dos mesmos teria de ocorrer “no primeiro trimestre de 2021”.

Recomendadas

José Luís Carneiro: Tráfico de imigrantes é “problema estrutural” e polícia intervém porque sociedade “falha”

“Não é um problema novo, é um problema estrutural”, em termos internacionais, afirmou hoje aos jornalistas o governante, no Comando Territorial de Évora da GNR, onde presidiu à inauguração do Espaço “Maria e António”, a renovada sala dedicada ao atendimento à vítima.

Violência doméstica. APAV junta-se à hamburgueria A-100 em ação de sensibilização

A hamburgueria compromete-se a doar à APAV um euro por cada sobremesa vendida esta sexta-feira e vai iniciar uma angariação de fundos na sua página de Instagram até ao final do ano, com o dinheiro a reverter a favor da associação.

Crime de violência doméstica representa metade das medidas de vigilância eletrónica

Entre 2.224 solicitações de vigilância através de pulseira eletrónica recebidas pela DGRSP de janeiro a outubro deste ano, 1.126 ocorreram no âmbito do crime de violência doméstica, correspondendo a 50,63% do total.
Comentários