Preço da eletricidade baixa, mas apenas para alguns

Eletricidade no mercado regulado irá descer 3,5% para os consumidores domésticos e abranger cerca de 6% da totalidade de consumidores.

O preço da electricidade no mercado regulado vai descer a partir de 1 de janeiro do próximo ano. No entanto, a diminuição na fatura aplica-se principalmente ao mercado regulado ou consumidores que tenham tarifas equiparadas, ainda que a EDP também já tenham anunciado que irá acompanhar a redução de preços.

A eletricidade no mercado regulado irá descer 3,5% para os consumidores domésticos e abranger cerca de 6% da totalidade de consumidores. Os preços da eletricidade para as famílias que ainda estão em mercado regulado descem assim pelo segundo ano consecutivo, salientou a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).

Já os consumidores com tarifa social beneficiarão de um desconto de 33,8% sobre as tarifas de venda a clientes finais, enquanto os consumidores com tarifas sociais de venda a clientes finais deverão ter uma redução na fatura média mensal de eletricidade para 26,8 euros, valor que já integra a aplicação de um desconto social mensal de 13,67 euros.

Esta sexta-feira, a EDP esclareceu que irá reduzir os preços de eletricidade para as famílias em 2019, registando uma descida média de 3,5% para 90% destes clientes.

“Os restantes clientes domésticos também beneficiarão de uma redução, com ligeiras diferenças por escalão”, esclareceu fonte oficial da EDP ao Jornal Económico.

A Associação de Defesa do Consumidor (DECO), salienta que cinco milhões de consumidores já mudaram para o mercado liberalizado.

[frames-chart src=”https://s.frames.news/cards/eletricidade-no-mercado-regulado/?locale=pt-PT&static” width=”300px” id=”898″ slug=”eletricidade-no-mercado-regulado” thumbnail-url=”https://s.frames.news/cards/eletricidade-no-mercado-regulado/thumbnail?version=1545409889752&locale=pt-PT&publisher=www.jornaleconomico.pt” mce-placeholder=”1″]

Recomendadas

Dificuldades em pagar as contas? Processo de insolvência singular pode ser um caminho

O consumidor em situação ou na iminência de incumprimento e sem qualquer perspetiva, a médio ou longo prazo, de que a sua situação financeira se altere poderá recorrer ao tribunal para pedir a insolvência singular.

Comparadora de seguros HelloSafe recebe mais quatro milhões para expandir em Portugal

“Este financiamento irá apoiar a nossa ambição de nos tornarmos a plataforma internacional número um em Portugal para comparar produtos financeiros e de seguros”, diz Oleksiy Lysogub, cofundador da empresa canadiana. ‘Insurtech’ vai contratar 40 pessoas.

Saiba que tipo de informação é dada pela nova etiqueta energética

A informação que consta da etiqueta varia conforme o equipamento, mas existe um conjunto de informação comum.
Comentários