Preço do gás sobe mais de 10% após cortes à Polónia e Bulgária

O preço do gás natural para entrega em maio no mercado holandês sobe hoje mais de 10%, depois de a Rússia cortar o fornecimento à Polónia e à Bulgária por terem recusado o pagamento em rublos.

O preço do gás natural para entrega em maio no mercado holandês sobe hoje mais de 10%, depois de a Rússia cortar o fornecimento à Polónia e à Bulgária por terem recusado o pagamento em rublos.

A meio da sessão, o gás natural TTF custa 108,8 euros por megawatt/hora (MWh), 10,79% acima do preço registado no encerramento da sessão anterior, segundo dados do mercado citados pela Efe.

Outros países consumidores de gás procedente da Rússia, como a Alemanha e a Áustria, indicaram que o abastecimento continua estável e que não foi afetado.

Fontes do grupo russo Gazprom citadas pela Bloomberg indicam que quatro compradores europeus de gás russo abriram contas especiais em rublos no Gazprombank e quatro já efetuaram os pagamentos em moeda russa.

O grupo russo confirmou hoje que suspendeu “por completo” o fornecimento de gás à Polónia e à Bulgária por recusarem o mecanismo criado para receber o pagamento em rublos, na sequência das sanções impostas a Moscovo pela invasão da Ucrânia.

Posteriormente, Moscovo reiterou que haverá também interrupção para outros países se não aceitarem o novo mecanismo de pagamento em rublos.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, disse que a União Europeia (UE) tem planos de contingência para contornar eventuais cortes de gás por parte da Rússia.

Recomendadas

Wall Street fecha com melhor semana desde novembro de 2020 para interromper série negra

Os dados mais recentes do índice de despesas de consumo pessoal (PCE), a medida preferida da Reserva Federal para medir a pressão nos preços, deram algum fôlego aos investidores depois de sete semanas seguidas de perdas.

PSI termina sessão no ‘vermelho’ em contracorrente com congéneres europeias

Lá fora, e em sentido contrário, as principais praças europeias negociaram em terreno positivo. O DAX avançou 1,70%, CAC 40 ganhou 1,64%, IBEX apreciou  0,54%, e FTSE 100 valorizou 0,40%.

Wall Street segue em alta no início da sessão

A bolsa de Nova Iorque negociava esta sexta-feira no ‘verde’ no início da sessão, encaminhando-se para pôr fim a um ciclo de várias semanas de perdas consecutivas.
Comentários