Preços das casas aumentaram para 14,1% no último trimestre de 2021

Este valor representou um crescimento de 3% em relação ao trimestre anterior, com o preço médio a fixar-se nos 1.355 euros\m2.

Os preços das casas registaram um aumento de 14,1% no último trimestre de 2021, em comparação com o período homólogo de 2020, segundo os dados das estatísticas dos preços da habitação ao nível local divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) esta quinta-feira, 21 de abril.

Este valor representou um crescimento de 3% em relação ao trimestre anterior, com o preço médio a fixar-se nos 1.355 euros\m2.

As regiões do Algarve (2.144 euros\m2) e da Área Metropolitana de Lisboa (1.904 euros\m2) verificaram os valores mais elevados nas categorias de domícilio fiscal de compradores: nacionais (1.969 euros /m2 e 1.858 euros/m2, respetivamente) e internacionais (2.547 euros/m2 e 4.283 euros/m2, pela mesma ordem).

No trimestre em análise, a variação homóloga dos preços aumentou em 7 dos 11 municípios acima dos 100 mil habitantes da Área Metropolitana de Lisboa, que registou uma aceleração superior à do nível nacional (+1,9 p.p.) em Setúbal (+9,8 p.p.), Loures (+3,0 p.p.), Almada (+2,2 p.p.) e Oeiras (+2,1 p.p.).

Já na Área Metropolitana do Porto, os municípios da Maia (+10,5 p.p.) e Vila Nova de Gaia (+8,1 p.p.) apresentaram um aumento das taxas de variação homólogas superiores ao país.

As três sub-regiões com os preços mais elevados, Algarve (2.114 euros/m2), Área Metropolitana de Lisboa (1.904 euros/m2) e Região Autónoma da Madeira (1.506 euros/m2) – registaram taxas de variação homóloga superiores à do país (+15,8%), (+14,6%) e (+20,3%), respetivamente.

No quarto trimestre de 2021, o preço médio de alojamentos familiares em Portugal adquiridos pelas famílias foi de 1.388 euros/m2 e pelos compradores pertencentes aos restantes sectores institucionais de 1.097 euros/m2.

Entre os municípios com mais de 100 mil habitantes fora das áreas metropolitanas, apenas o Funchal apresentou um preço médio (1.967 euros/m2 ) e crescimento homólogo (+22,5%) superiores ao nacional. O município de Coimbra (1.418 euros/m2 ) registou um valor médio das vendas superior à referência nacional e, Leiria verificou um crescimento homólogo superior ao do país (+15,4%).

Recomendadas

Declaração anual de rendas passa a ser entregue apenas por via eletrónica

A declaração anual de rendas, apresentada pelos senhorios que não passam recibos eletrónicos, vai deixar de poder ser entregue em papel, passando a ser entregue apenas por via eletrónica, segundo um despacho agora publicado.

Larfa Properties investe 77 milhões para dar uma nova vida ao complexo do Convento do Beato

Deste investimento global – que integra a reabilitação do edifício do Convento do Beato – há 50 milhões de euros que se destinam à requalificação do Beato Quarter, um projeto residencial de elevada qualidade que visa aumentar a oferta habitacional nesta área emergente da capital, anuncia a empresa.

Preço médio de venda de casas em Portugal sobe 1,9% e fixa-se nos 2.460 euros\m2 em novembro

As casas ficaram mais caras em 17 capitais de distrito, entre outubro e novembro, com Vila Real liderar as subidas (5%). Em Lisboa, os preços das casas subiram 1,2% e no Porto 0,5% durante o mesmo período.
Comentários