Preços das telecomunicações em Portugal subiram em novembro

Os preços das telecomunicações em Portugal subiram 0,11% em novembro, face a igual mês do ano passado, e 0,64% em termos médios nos últimos 12 meses, segundo informação disponibilizada pelo regulador Anacom. De acordo com a evolução dos preços das telecomunicações em novembro, publicado pela Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) na sua página de Internet, […]

Os preços das telecomunicações em Portugal subiram 0,11% em novembro, face a igual mês do ano passado, e 0,64% em termos médios nos últimos 12 meses, segundo informação disponibilizada pelo regulador Anacom.

De acordo com a evolução dos preços das telecomunicações em novembro, publicado pela Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) na sua página de Internet, face a outubro “não se registaram alterações”.

Segundo o regulador, “Portugal é o sexto país da União Europeia com os aumentos de preços elevados”, apontando que “desde março de 2011 que os preços das telecomunicações crescem mais em Portugal do que na UE”.

Em média, nos últimos 12 meses, “o aumento de preços destes serviços (0,64%) foi superior à variação do IPC [Índice de Preços no Consumidor] (-0,23%), à média de 2013 (0,15%) e à média do período 2009/2013 (0,60%)”, adianta a Anacom na síntese do relatório.

“O aumento de preços verificado [em Portugal] foi o 16.º mais elevado entre os 43 produtos/serviços considerados (26.º em novembro de 2013)”, acrescenta o regulador.

“Os setores onde os preços cresceram mais do que no setor das telecomunicações foram sobretudo setores de bens não transacionáveis, com preços regulados ou fiscalidade específica”, refere.

A taxa de variação homóloga em Portugal foi 1,52 pontos percentuais acima da registada nos países da União Europeia.

“Em termos médios anuais, o aumento de preços verificado em Portugal foi 2,76 pontos percentuais superior à média da UE”, adianta.

A análise tem por base os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) e o Eurostat, gabinete de estatísticas da União Europeia.

OJE/Lusa

Recomendadas

Comunidades pedem a António Costa que resolva “discriminação” de pensionistas

O Conselho Regional das Comunidades Portuguesas na Europa (CRCPE) endereçou hoje uma carta ao primeiro-ministro de Portugal a solicitar a atualização das pensões e reformas para evitar perdas do valor futuro das pensões e reformas dos portugueses no estrangeiro.

JMJLisboa2023. Portugal terá retorno económico de cerca de 350 milhões de euros

A Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que se realiza no próximo mês de agosto em Lisboa, vai ter um retorno económico para Portugal de cerca de 350 milhões de euros, revelou hoje o coordenador do evento nomeado pelo Governo.

Câmara de Grândola aprova nova descida do IMI e alargamento do IMI familiar

A Câmara Municipal de Grândola aprovou, na passada quinta-feira, as propostas de redução do IMI de 0,34% para 0,33%, e de alargamento do IMI familiar para famílias com um dependente. Reduções que são para vigorarem em 2023.