Preços médios da eletricidade sobem 2,4 euros na UE no segundo semestre de 2021

Os preços médios da eletricidade doméstica na União Europeia (UE) subiram, na segunda metade de 2021, para os 23,7 euros por 100 kWh e do gás para 7,8 euros, segundo dados hoje divulgados pelo Eurostat.

Os preços médios da eletricidade doméstica na União Europeia (UE) subiram, na segunda metade de 2021, para os 23,7 euros por 100 kWh e do gás para 7,8 euros, segundo dados hoje divulgados pelo Eurostat.

O preço médio da eletricidade para uso doméstico aumentou face aos 21,3 euros por 100 kWh do segundo semestre de 2020 e o do gás natural compara-se com os 7 € por 100kWh, incluindo taxas e impostos.

De acordo com o serviço estatístico da UE, os custos de energia e fornecimento, causados por vários fatores económicos, foram o que mais contribui para o aumento dos custos de eletricidade e gás para consumo doméstico.

Os preços homólogos da eletricidade doméstica subiram em 25 dos 27 Estados-membros da UE, na segunda metade de 2021, com as maiores subidas a serem registadas na Estónia (50%), Suécia (49%) e Chipre (36%).

A Dinamarca (34,4€ por 100 kWh), a Alemanha (32,3€) e a Bélgica (29,9€) foram os Estados-membros cujos consumidores pagaram os mais altos preços pela eletricidade doméstica.

Em Portugal, o preço da eletricidade aumentou de 20,8 euros para 21,7 euros por 100 kWh, incluindo taxas e impostos.

Os preços do gás para consumo doméstico, por seu lado, aumentaram em 19 dos 24 Estados-membros da UE que enviaram dados, sendo os suecos quem mais pagam por esta energia (18,5 euros por 100 kWh) e os húngaros quem tem os preços mais baixos (3€ por 100 kWh).

Em Portugal, os consumidores pagaram, no segundo semestre de 2021, o gás natural para consumo doméstico a 7,7 euros por kWh, incluindo taxas e impostos.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Fórum Seguros: “Dinheiro gerado deve ser investido em fundos que contribuem para a neutralidade carbónica”

Sofia Santos sublinhou o papel que as seguradoras têm, tendo em conta os riscos de transição, para ajudar os seus clientes a incorporar os riscos climáticos através dos produtos apresentados.

Preços na produção industrial aumentaram mais de 24%

Segundo o INE, o resultado deveu-se à “evolução dos preços da Energia e dos Bens Intermédios”.
Comentários