Preços na produção industrial desaceleram para 3,6% em novembro

O índice da seção das Indústrias Transformadoras registou uma variação homóloga de 3,9% (4,8% em outubro), segundo o Instituto Nacional de Estatística.

A variação homóloga do Índice de Preços na Produção Industrial foi de 3,6% em novembro, inferior em 1,2 pontos percentuais (p.p.) à registada em outubro, revelam esta quarta-feira os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

A informação estatística, que tem como objetivo mostrar a evolução mensal dos preços das transações nas atividades económicas para os mercados interno e externo, informa que o agrupamento de energia apresentou um contributo mais influente para a variação do índice agregado, 2,2 p.p., em resultado da taxa de variação de 10,7% (15,8% em outubro). A variação mensal compara o nível de preços entre dois meses consecutivos.

Excluindo este agrupamento, os preços na produção industrial aumentaram 1,8% (variação de 2,0% no mês anterior). A variação mensal do índice da secção das Indústrias Transformadoras foi -0,3% (0,6% em novembro de 2017), originando um contributo de -0,3 p.p. para a variação do índice total, refere o mesmo organismo no relatório divulgado esta manhã.

Recomendadas

PRR: Inspeção-Geral de Finanças já deu parecer positivo a pagamento da 2.ª tranche

A Inspeção-Geral das Finanças (IGF) deu parecer positivo ao pagamento da segunda tranche do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), no valor de cerca de dois mil milhões de euros, seguindo agora o pedido de Portugal para Bruxelas.

Pais com “maior dificuldade” em pagar as despesas escolares dos filhos, alerta Deco

Estudo da Deco Proteste revela que os pais estão com maior dificuldade em pagar as despesas escolares dos filhos este ano. Mais de metade dos agregados familiares afirmam estar com mais dificuldades em fazer face aos custos com a escola dos filhos. E 42% conseguem pagar a maioria das despesas, mas não todas. Já quase três em cada dez confessam ser impossível enfrentar alguns gastos.

“Guerra fiscal” em Espanha provoca descida de impostos e nova taxa sobre fortunas

Espanha assiste estes dias a uma “guerra fiscal”, com governos regionais a anunciarem descidas e abolições de impostos a que o executivo nacional vai responder com um “pacote fiscal” que cria um imposto temporário sobre grandes fortunas.
Comentários