Prejuízo da SAG Gest baixa para 7,9 milhões até setembro

A SAG Gest registou prejuízos de 7,9 milhões de euros nos primeiros nove meses de 2014, uma melhoria face às perdas de 8,5 milhões de euros registadas em igual período do ano passado, revelou a empresa. Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a SAG, que detém a SIVA (que comercializa […]

A SAG Gest registou prejuízos de 7,9 milhões de euros nos primeiros nove meses de 2014, uma melhoria face às perdas de 8,5 milhões de euros registadas em igual período do ano passado, revelou a empresa.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a SAG, que detém a SIVA (que comercializa marcas como a Volkswagen, a Audi e a Skoda, entre outras), informou que o resultado líquido no final do terceiro trimestre “foi ainda negativo” em virtude do “impacto dos encargos financeiros associados ao serviço da dívida da ‘holding’ ao longo dos primeiros nove meses de 2014”.

O volume de negócios consolidado acumulado no final dos primeiros nove meses de 2014 foi de 355,7 milhões de euros, “um aumento de 71 milhões de euros (25,0%) em relação ao valor do mesmo período do ano transato”, o que reflete “a evolução positiva do mercado automóvel em Portugal”.

O EBITDA (resultado antes de juros, impostos, amortizações e depreciações) atingiu 12,9 milhões de euros, um crescimento de 86% em relação ao registado no período homólogo, “apesar do significativo reforço do investimento comercial realizado para suportar a notoriedade das marcas representadas” pela SIVA.

 

OJE/Lusa

Recomendadas

Custo de cabaz alimentar de bens básicos aumentou 21% para adultos num ano, diz BdP

O banco central revela que entre outubro de 2021 e outubro de 2022, o custo mensal médio e mediano de um cabaz básico de consumo alimentar para um adulto com cerca de 40 anos aumentou 21% e 24%, respetivamente.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta sexta-feira.

PremiumMenores retenções de IRS não chegam a todos em janeiro

Novas tabelas de IRS não dão aumento do rendimento disponível a todos os contribuintes a partir de janeiro. Solteiros e casados com dois filhos são os mais penalizados. Com novas regras, ganhos serão superiores a partir de julho.