Prepare a carteira. Gasóleo dispara mais de 11 cêntimos na próxima semana

Os condutores portugueses vão ter uma surpresa desagradável nas bombas a partir de segunda-feira. O ideal é atestar durante o fim-de-semana.

Os condutores em Portugal vão ter de preparar a carteira a partir da próxima segunda-feira. O gasóleo vai registar uma subida de 11,5 cêntimos por litro na segunda-feira. Já a gasolina vai ter uma subia de sete cêntimos por litro, avança fonte do mercado ao JE.

Recorde-se que em março os combustíveis sofreram então o maior aumento semanal de sempre em Portugal: 14 cêntimos para o gasóleo e oito cêntimos para a gasolina. O Brent atingiu nessa altura os 119 dólares.

O barril de petróleo Brent – a referência para Portugal – subiu 8,5% esta semana para os 95,48 dólares, cotação atingida hoje durante a negociação.

O grupo de Países Exportadores de Petróleo e os seus parceiros (OPEP+), que inclui a Rússia, decidiram esta semana reduzir a produção em dois milhões de barris por dia para provocar um aumento dos preços.

Este é o maior corte de produção decidido desde 2020 e o petróleo prepara-se para o maior aumento semanal desde março, altura em que os preços dispararam nos mercados na sequência da invasão russa da Ucrânia.

Recomendadas

Inflação dos produtos alimentares na OCDE nos 16,1% em outubro, máximo desde 1974

A inflação homóloga dos produtos alimentares no conjunto da OCDE atingiu 16,1% em outubro, mais oito décimas de ponto percentual do que em setembro e o nível mais alto desde maio de 1974, foi hoje anunciado.

Só 9% das empresas nacionais dizem ter trabalhadores certos para concretizar objetivos sociais e ambientais

Quase metade das empresas nacionais têm objetivos de ESG identificados, mas a maioria diz não ter os trabalhadores adequados para concretizar a estratégia. Recrutamento e “upskilling” são apostas dos empregadores portugueses, revela estudo do ManpowerGroup.

Aeroportos com mais 75% de passageiros no terceiro trimestre, mas abaixo dos níveis de 2019 (com áudio)

Relativamente ao transporte de mercadorias, houve um crescimento nas vias aérea e marítima, ao invés do que aconteceu na ferrovia e na rodovia.
Comentários