Presidente da República vai ser operado a hérnia e cancela agenda até 1 de janeiro

“Esta operação estava há muito prevista para o início de janeiro, mas os médicos assistentes decidiram antecipá-la, por ter encarcerado”, lê-se num comunicado colocado no “site” da presidência.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, cancelou a agenda prevista para hoje e até dia 01 de janeiro para ser operado a uma hérnia umbilical, anunciou a Presidência em comunicado.

“Esta operação estava há muito prevista para o início de janeiro, mas os médicos assistentes decidiram antecipá-la, por ter encarcerado”, lê-se num comunicado colocado no “site” da presidência. “O Chefe do Estado cancelou, por isso, toda a agenda de hoje, bem como as dos próximos dias, incluindo as deslocações previstas para 31 de dezembro e 1 de janeiro, à área da tragédia de outubro”.

Será ainda hoje emitido um boletim clínico, concluiu a Presidência.

[Notícia atualizada às 14h04]

Relacionadas

Pacto de justiça e estatutos na reunião entre Marcelo, juízes e procuradores

O Presidente da República recebe esta quinta-feira representantes dos juízes e dos magistrados do Ministério Público, sendo o pacto da justiça, que estará concluído em janeiro, e os estatutos das duas magistraturas assuntos incontornáveis.

Marcelo só se pronuncia sobre nova lei de financiamento dos partidos depois de sexta-feira

Numa nota no site da Presidência da República, o chefe de Estado sublinhou que, durante “este período de oito dias e após a notificação pelo Presidente da Assembleia da República, têm o Primeiro-Ministro e um quinto dos Deputados em funções, o direito de requerer a fiscalização preventiva da constitucionalidade do decreto”.

Marcelo promete analisar mudanças na lei do financiamento dos partidos

Marcelo Rebelo de Sousa foi questionado sobre se admite suscitar a fiscalização da constitucionalidade do diploma, respondendo que ainda não analisou o texto. “Não admito nada, não analisei ainda”, disse.

Presidente da República vai analisar alterações ao financiamento partidário

O Presidente da República disse hoje desconhecer as mudanças ao financiamento partidário além da “alteração fundamental” no modelo de fiscalização que tinha sido pedida pelo Tribunal Constitucional e adiantou que irá analisar o texto esta noite..

Incêndios: Marcelo diz que “vidas paradas, adiadas” devem ser mais lembradas no Natal

“Nesses nossos compatriotas que merecem ser, neste Natal, ainda mais lembrados, estão os que viram as suas vidas paradas, adiadas, desfeitas pelas tragédias de junho e outubro”, lê-se na mensagem hoje publicada.
Recomendadas

PS/Madeira acusa Governo Regional de estar “alheado da realidade”

O líder do PS/Madeira acusou este sábado o Governo Regional e os partidos que o compõem o executivo insular (PSD e CDS) de estarem “alheados da realidade” e dos problemas dos madeirenses porque estão “fechados nos gabinetes”.

Aquilo que foi feito na TAP “foi um crime político e financeiro”, refere Luís Montenegro

O presidente do PSD, Luís Montenegro, afirmou este sábado que o que foi feito na TAP “foi um crime político e financeiro”, considerando que a vontade do Governo de privatizar a companhia não pode passar incólume.

Eleições no Brasil. Mais segurança nos locais de voto do Porto e Faro

Os consulados do Brasil no Porto e em Faro, tal como em Lisboa, terão reforço de segurança, privada e da PSP, nos locais de votação e áreas envolventes, para as presidenciais deste domingo, confirmaram responsáveis consulares.
Comentários