Presidente do Grupo Fricon recebe Prémio BPI Mulher Empresária

O Prémio BPI Mulher Empresária nasce de uma colaboração entre o CaixaBank, acionista único do BPI, e a Fundação IWEC, uma rede internacional de mulheres empresárias de sucesso.

Isabel Azevedo, presidente do Conselho de Administração do Grupo Fricon, é a vencedora da edição de 2022 do Prémio BPI Mulher Empresária, “uma distinção que visa reconhecer o talento e a excelência profissional das empresárias portuguesas e fomentar as redes de contato com outras gestoras líderes no mundo”, refere o banco em comunicado.

O Prémio BPI Mulher Empresária nasce de uma colaboração entre o CaixaBank, acionista único do BPI, e a Fundação IWEC, uma rede internacional de mulheres empresárias de sucesso.

O Grupo Fricon tem sede em Vila do Conde e conta com mais de 1.000 colaboradores, dos quais 248 em Portugal e regista um volume de negócios anual de 30,4 milhões de euros (mais de 100 milhões de euros como grupo).

Segundo o BPI, o prémio “reconhece o perfil de liderança da gestora, sendo considerada uma das personalidades mais influentes e relevantes no meio industrial e uma referência para os profissionais do grupo e futuros empreendedores nacionais, especialmente na zona norte do país”.

“Isabel Azevedo destaca-se igualmente pela sua visão estratégica, capacidade de inovação, liderança e elevado compromisso social, estando envolvida em diversos projetos de filantropia, nomeadamente no apoio a escolas, associações, instituições ou grupos desportivos e culturais, de forma a impulsionar o desenvolvimento da comunidade e economia local”, acrescenta a instituição.

Com formação em gestão, Isabel Azevedo possui mais de 40 anos de experiência na indústria do frio comercial e industrial.

Os IWEC Awards são uma iniciativa lançada em 2007 pela Câmara de Comércio de Barcelona, em colaboração com a Câmara de Comércio de Manhattan e a FICCI/FLO (Confederação de Câmaras de Comércio e Indústria da Índia) e que, para além disso, conta com a cooperação da Câmara de Comércio da Cidade do Cabo na África do Sul e do Departamento de Estado dos Estados Unidos, explica o banco.

Este projeto, ao qual o BPI se associou pela primeira vez em 2018, conta com o CaixaBank como parceiro fundador, com a escola de negócios IESE e com várias outras organizações de renome internacional.

Recomendadas

BNA levanta suspensão da participação no mercado cambial imposta ao Finibanco Angola

O Finibanco Angola tinha sido suspenso de participar no mercado cambial, por um período de 45 dias, pelo Banco Nacional de Angola (BNA), depois de o supervisor bancário angolano detectar incumprimentos durante uma inspecção pontual, em meados de agosto.

“Café com o CEO”. Assista à conversa com o Dr. Luís Teles, em direto a partir de Luanda

“Café com o CEO” é uma iniciativa promovida pela empresa angolana E.J.M, fundada por Edivaldo Machado em 2012, que procura dar a conhecer os líderes que estão a dar cartas em Angola e outros países da Lusofonia. Assista à sessão em direto de Luanda, capital angolana.

Rogério Carapuça: “Há que estar entre os primeiros, não ser o primeiro dos últimos”

O presidente da APDC considera que o desenvolvimento do sector das TIC se dá a um ritmo saudável apesar dos obstáculos concretos que ainda impedem o país de estar entre os melhores classificados. A capacitação e qualificação das pessoas e das empresas são desafios no topo da agenda, mas a simplificação é palavra de ordem para abandonar o paradigma da burocracia que assombra os serviços públicos, alerta Rogério Carapuça.
Comentários