Presidente dos EUA admite ser preciso “fazer mais e melhor” perante falta de testes

“Vimos como foi difícil para algumas pessoas aceder aos testes este fim de semana e isso mostra que temos trabalho a fazer”, admitiu Biden durante uma reunião virtual com 25 dos 50 governadores do país, democratas e republicanos.

epa09657995 US President Joe Biden participates in the White House COVID-19 Response Team’s virtual meeting with the National Governors Association to discuss the Covid-19 situation in the United States, in the Eisenhower Executive Office Building on the White House complex in Washington, DC, USA, 27 December 2021. EPA/MICHAEL REYNOLDS

– O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, admitiu hoje que “é preciso fazer mais” para que os norte-americanos tenham acesso aos testes covid-19, depois de estes terem esgotado na maioria das farmácias do país antes do Natal.

“Vimos como foi difícil para algumas pessoas aceder aos testes este fim de semana e isso mostra que temos trabalho a fazer”, admitiu Biden durante uma reunião virtual com 25 dos 50 governadores do país, democratas e republicanos.

Tal como aconteceu noutros países, antes do fim de semana de Natal muitos norte-americanos foram a clínicas ou farmácias para fazerem teste à covid-19 e descobriram que não havia vagas disponíveis e que os testes de antigénio para fazer em casa tinham esgotado.

Na semana passada, Biden respondeu com aspereza a uma pergunta de um jornalista sobre a falta de testes, mas hoje reconheceu que as filas para comprar ou fazer teste eram “muito longas” em alguns estados e que “é preciso fazer mais” e “fazer melhor”.

Na semana passada o Presidente delineou o que seria a estratégia dos EUA contra a variante Ómicron e anunciou que o seu governo vai distribuir auto-testes de antigénio, que serão gratuitos, a partir de janeiro.

A Ómicron já é a variante do coronavirus predominante nos Estados Unidos e é responsável por mais de 70% das infeções.

Os Estados Unidos continuam a ser um dos países mais atingidos pela pandemia, com mais de 816.000 mortes e 52,3 milhões de infeções desde março de 2020, segundo os dados da Universidade Johns Hopkins.

Recomendadas

São Tomé/Eleições: Observadores da CPLP dizem que votação correu “acima das expetativas”

No total, onze partidos e movimentos, incluindo uma coligação, concorrem este domingo aos 55 lugares da Assembleia Nacional de São Tomé e Príncipe.

Bancos libaneses reabrem portas na segunda-feira só para serviços específicos

A decisão de reabrir, embora com limitações “a determinar por cada banco”, de acordo com a declaração da Associação Bancária, foi atribuída pela associação à “necessidade de garantir a continuidade dos serviços aos clientes” e de “assegurar os salários dos setores público e privado”.

Polícia usa gás lacrimogéneo para impedir manifestantes de chegar a embaixada do Irão em Paris

No sábado já tinha decorrido um outro protesto em Paris, na Place du Châtelet, que também contou com centenas de participantes.
Comentários